Início Destaques Consórcio de Saúde da região de Guanambi sugeriu volta às aulas presenciais...

Consórcio de Saúde da região de Guanambi sugeriu volta às aulas presenciais em setembro

Reprodução I Folha do Vale

Em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (29) em Guanambi, os prefeitos que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Alto Sertão (CIS), sugeriram o retorno das atividades escolares para o mês de setembro. As informações são do Portal Folha do Vale.

De acordo com a maioria dos prefeitos, o retorno das aulas presencial deverá acontecer entre 1º e 15 de setembro, mas esse retorno irá depender de cada município. Os prefeitos deixaram claro que esse retorno dependerá da situação epidemiológica do momento.

Além disso, os gestores pontuaram que esse retorno será de forma gradual, seguindo as determinações sanitárias.

De acordo com o prefeito de Iuiú e presidente do CIS, Reinalldo Góes, é importante deixar claro que os prefeitos sugeriram pela volta às aulas em setembro, no entanto é apenas uma sugestão.

Criado em julho de 2016, o Consórcio Interfederativo de Saúde, está sediado em Guanambi, é constituído sob a forma de associação pública, de natureza autárquica e interfederativa, com personalidade jurídica de direito público.

O Consórcio tem a finalidade de realizar a cooperação técnica e financeira na área da saúde entre os entes federados, visando a promoção de ações de saúde pública assistenciais, prestação de serviço especializados de média e alto complexidade. Confira as prefeituras participantes do consórcio.

Aulas presenciais na rede municipal de Guanambi

Após o anúncio do governador do Estado, Rui Costa, sobre o retorno às aulas semipresenciais em sistema híbrido, o Comitê de Enfrentamento da Pandemia da Covid-19 em Guanambi, se reuniu com o Comitê Local de Educação Municipal e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SISPUMUR), de escolas particulares e do setor jurídico da prefeitura. O encontro aconteceu no dia 19 de julho.

De acordo com a secretária de Educação, Lajucy Donato, em diálogo com o prefeito Nilo Coelho, a previsão é de que as aulas em sistema híbrido da rede municipal retornem a partir de outubro. A atual gestão deu a garantia ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de que esse retorno só será feito após os professores e servidores da educação estarem imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19.

“Nós estamos alinhados com os professores, pais e alunos, e garantimos a todos que esse retorno só será realizado quando os professores estiverem imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid. Quanto aos alunos, muitos pais questionam a falta de vacina às crianças e nós sinceramente gostaríamos que esse público também fosse imunizado, mas não depende do município. Em todo Brasil, a população vacinável é maior de 18 anos”, esclareceu Lajucy.

Segundo a Assessoria de Comunicação (Ascom) da prefeitura, as equipes da Secretaria de Educação, em parceria com a Secretaria de Saúde e Secretaria de Infraestrutura começaram a se preparar para receber alunos e servidores da educação nas unidades escolares. Confira algumas das primeiras ações:

– Organização administrativa e logística com equipes gestoras e pedagógicas;

– Processo licitatório para serviços de transporte escolar;

– Adequação física das escolas municipais, atendendo às exigências protocolares das autoridades sanitárias;

– Treinamento de sanitização e desinfecção às equipes de limpeza;

Sistema híbrido

O sistema híbrido da rede municipal de ensino seguirá as orientações disponíveis no Protocolo Geral de Retorno às Aulas Presenciais (será editado) em alinhamento às orientações também do Estado.

Sendo assim, tanto as aulas presenciais quanto remotas fazem parte dessa realidade do sistema híbrido.

Apoio aos professores e alunos

O município disponibilizou gratuitamente atendimento psicológico aos profissionais da educação. O suporte psicológico aos servidores municipais da educação é dado pela psicóloga clínica Julyane Dias, no prédio do Centro de Treinamento Pedagógico (CETEP). Já os agendamentos são feitos pelo número (77) 9 9173 9903.

Quanto aos alunos, essa assistência é dada no Centro de Referência da Educação Inclusiva Operacional (CREIO).

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Sair da versão mobile