Rural

Assentados e quilombolas de Vitória da Conquista são cadastrados para participar de políticas públicas

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

Agricultores e agricultoras familiares de assentamentos de reforma agrária e comunidades quilombolas do município de Vitória da Conquista participaram, na última semana, de atividades de inclusão dessas famílias em políticas públicas.

Foram realizados os cadastros para a emissão e renovação da Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP/Pronaf), que possibilitam o acesso a outras políticas públicas importantes, para incrementar e comercializar a produção, a exemplo do Garantia-Safra e a comercialização da produção a mercados institucionais, como os Programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Alimentação Escolar (PNAE).

Foram realizadas atividades nas comunidades quilombolas de Oiteiro, Lagoa Maria de Clemência, Riacho de Teófilo, Caldeirão, Manoel Antonio, Poço de Aninha, Muritiba e Sinzoca. Foram atendidos também os assentamentos Baixão, Conquista do Rio Pardo, Caldeirão e Cipó.

A agricultora familiar Magnólia Santos Ribeiro Sousa, da comunidade quilombola de Muritiba, que recebeu a DAP, destacou a disponibilidade da equipe técnica para realizar a ação: “Vai ajudar nossa comunidade. Eu recebi a minha DAP e, através desse documento tão importante para nós agricultores, eu poderei ter a oportunidade de acessar vários programas como o Pronaf, de Habitação Rural e Garantia-Safra”.

A ação, que contou ainda com o pré-cadastro de agricultores e agricultoras para o programa Garantia-Safra, foi realizada pela equipe técnica da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que atua no Território de Identidade Sudoeste Baiano.

Ely Tânia Sousa Santos, do Assentamento Baixão, falou que aprendeu muito com a equipe da Bahiater, durante a atividade realizada no assentamento: “A equipe explicou muito bem para nós sobre políticas públicas [para a agricultura familiar] como o Garantia-Safra, e eu nunca tinha me inscrito e acessado o seguro. Até então eu tinha muitas dúvidas e eles explicaram para mim e todas as pessoas que tinham dúvidas. Só tenho a agradecer”.

Para acessar a DAP

O agricultor ou agricultora familiar que ainda não possui a DAP, ou precisa atualizá-la, pode procurar o Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), nos 27 Territórios de Identidade, Sindicato de Trabalhadores Rurais ou a Ceplac, para fazer o cadastro.

Informações da SDR

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Dupla foi presa traficando drogas em Vitória da Conquista

Dois homens foram presos traficando drogas em Vitória da Conquista, nesta quinta-feira (2). O primeiro…

Estudantes e professores da rede estadual estão passando por ciclos de testagens da Covid-19 em Guanambi

Estudantes, professores e servidores das escolas estaduais de Guanambi estão participando do projeto "Partiu! #Testagem…

Azul terá voos todos os dias da semana em Guanambi a partir de março

A Azul Linha Aéreas vai ampliar novamente a frequência do voo entre Guanambi(BA) e Belo…

ECPP Vitória da Conquista fará amistoso contra seleção de Brumado nesta sexta-feira

Um amistoso de futebol entre as seleção de Brumado o ECPP Vitória da Conquista está…

Audiência pública vai debater planos municipais de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos em Guanambi

A Prefeitura de Guanambi e a empresa Saneando Engenharia vão promover uma audiência pública nesta…

Centro de Cultura de Vitória da Conquista retoma eventos presenciais em dezembro

Exposição de artes plásticas, festival estudantil de música e encontro de orquestras são algumas das…