Música

Cantora de Vitória da Conquista entra para o The Voice Brasil

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

Vitória da Conquista vai ter uma representante no The Voice Brasil. A cantora Eulá, de 30 anos, foi aprovada na primeira fase do programa, quando os candidatos se apresentam foram da visão dos técnicos.. Ela vai seguir na competição em busca do prêmio de R$ 500 mil e de um contrato com a gravadora Universal Music.

A conquistense se apresentou com a música “Céu Azul”, sucesso interpretado pela banda Charlie Brow Jr. Todos os técnicos viraram suas cadeiras para a cantora. Lulu Santos foi o primeiro, seguido imediatamente por Cláudia Leitte e Iza. Já no fim da apresentação, Carlinhos Brow também apertou o botão e ficou de frente para a artista.

Ao fim da apresentação, Eulá falou um pouco de sua trajetória. A bengala usada pela cantora chamou a atenção de Brow, que perguntou a motivação do uso. “Bengala verde é um símbolo de identificação internacional para pessoas que tem baixa visão, deficientes visuais, que é o mesmo caso”, disse.

Antes, para o público que acompanhou o programa de casa, ela disse que sofre com um doença que não tem cura, chamada retinose pigmentar, que consiste na formação de pigmentos na retina que vão fechando o campo visual podendo levar a perda total do sentido, uma vez que não há tratamento para a enfermidade. (veja aqui)

No palco, ela usou seu espaço para encorajar outras mulheres com deficiência a buscar pelos seus sonhos e metas. “Dedicar este momento a todas as mulheres que são deficientes visuais, porque, a pouco tempo, eu conversei com uma que, por muitos anos, o mundo dela era só a casa dela. Isso não precisa acontecer. Então, este meu momento aqui é para honrar todas eles e de certa forma encorajar a saírem de suas casas, a se tornarem visíveis para que as coisas se modifiquem”, comentou a cantora, emocionando os técnicos, principalmente sua conterrânea Cláudia Leitte.

Podendo escolher qualquer um dos técnicos, Eulá acabou optando por integrar o time do técnico Lulu Santos. “Evidente que você é uma artista, você tem discurso, você tem o que dizer, você tem o que transmitir. E benvinda e muito obrigado. Você só abrilhanta o nosso programa, todos nós ganhamos”, disse o cantor.

A décima edição do programa The Voice Brasil estreou na noite da última terça-feira (26). A fase de audições às cegas, previamente gravadas, vão compor os primeiros episódios do reality.

Esta fase do programa está sendo apresentada por Thiago Leifert. De saída da Globo, o apresentador vai passar o comando do restante da temporada para André Marques.

Dinâmica da décima edição do The Voice Brasil

A décima temporada do The Voice Brasil, que tem estreia no dia 26/10, está diferente, mas as novidades na disputa não se limitam à ação de um quinto técnico.

A fase ‘Batalha dos técnicos’ volta ao programa, depois de alguns anos, com papel decisivo: é nela que Teló entra com seu time completo na competição, rivalizando de igual para igual com os grupos de Brown, Claudia, IZA e Lulu. Trata-se de uma rodada com ares de final, já que os técnicos desafiam uns aos outros em duelos diretos, e a voz do técnico que perder a batalha é eliminada do reality.

Outra novidade é que a decisão de qual time venceu o embate cabe, pela primeira vez, aos três técnicos que não estiverem participando do duelo. Tudo fica ainda mais acirrado com um bônus especial: o técnico que obtiver mais vitórias ao final de todos os duelos de que participar, ganha uma vantagem para a fase seguinte.

E tem mudança também na fase de ‘Batalhas’, que antecede a ‘Batalha dos técnicos’. Ainda completando seu grupo, durante toda a fase, apenas Michel Teló pode usar o “Peguei” para levar vozes eliminadas para seu time.

Na primeira fase, os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela voz. Os técnicos viram suas cadeiras e montam seus times: Time Brown, Time Claudia, Time IZA e Time Lulu. Se mais de um técnico virar, o participante é quem escolhe com quem quer trabalhar. Se o candidato não for escolhido para nenhum time, Michel Teló, que assiste tudo à espreita, pode escolher apertar o botão e levar a voz para o seu grupo.

São 18 vagas em cada time, além das vagas do Time Teló. O botão de bloqueio fica disponível durante toda a fase. Com ele, os técnicos podem bloquear uns aos outros e o técnico bloqueado só descobre que está impedido de participar da disputa pela voz se decidir virar sua cadeira.

Tira-teima

Os técnicos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, IZA e Lulu Santos precisam reduzir seus times e, para isso, escolhem seis vozes para se apresentarem novamente. Os candidatos são divididos em duplas do mesmo time e se enfrentam apresentando shows individuais, e somente um deles é escolhido por seu técnico para permanecer no programa. O outro, fica disponível para todos os demais times por meio do “Peguei”.

Batalhas

Com as equipes formadas, os técnicos Carlinhos Brown, Claudia Leitte, IZA e Lulu Santos dividem seus times em duplas para batalhar cantando a mesma música. Ao final da apresentação, o técnico decide qual dos dois candidatos permanece no time. Nesta etapa, somente o técnico Michel Teló pode usar o “Peguei” para resgatar os eliminados das performances.

Batalha dos técnicos

O Time Teló, já completo, entra definitivamente na disputa para competir de igual para igual com Time Brown, Time Claudia, Time IZA e Time Lulu. Nesta fase, um técnico desafia o outro para um duelo, cada um com uma voz representando seu time. Cabe aos três técnicos que não participam da disputa definir quem foi o vencedor. A voz do time que perder, deixa a competição. Ao final de todas as rodadas, o técnico que tiver mais vitórias ganha uma vantagem para a fase ‘Remix’.

Remix

Cada técnico tem seis vagas e pode escolher até três vozes de seu time para avançarem direto para a próxima fase. Os demais integrantes se apresentam disputando as vagas restantes. São duas rodadas de salvamento: na primeira, os técnicos salvam duas vozes de seus próprios times. Na segunda, as vozes ficam à disposição de todos os técnicos. O técnico com mais vitórias na fase ‘Batalha dos técnicos’ tem a vantagem de ser o primeiro a escolher as vozes para completar sua equipe, seguido pelos demais, por ordem de vitórias na fase anterior.

Shows ao vivo

Nos dois primeiros shows ao vivo da temporada, os técnicos dividem seus times em trios. No primeiro programa, metade do time canta e apenas uma voz é escolhida por votação do público para se classificar. No segundo programa, a outra metade se apresenta e o processo se repete. Assim, cada time vai para a ‘Semifinal’ com duas vozes.

Semifinal

Os dois candidatos de cada time se apresentam individualmente, mas apenas um segue para a ‘Final’. Após o show, o público vota na sua voz predileta. Sem saber o resultado da votação, o técnico escolhe um dos participantes para receber uma pontuação bônus. O candidato que alcançar a maior pontuação, somando a porcentagem de voto do público e o bônus concedido pelo técnico, é o finalista do time.

Final

Na grande final, cabe ao público decidir o campeão. O vencedor ganha um prêmio de R$ 500 mil e assina contrato a Universal Music.

O The Voice Brasil tem direção artística de Creso Eduardo Macedo, apresentação de Tiago Leifert e Andre Marques, com Jeniffer Nascimento nos bastidores.

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Estratégia inovadora, usada pelas grandes marcas, ajuda empresários de Guanambi a fidelizarem clientes e aumentar o faturamento

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2019 o…

Duas pessoas morreram após ônibus com destino a Vitória da Conquista se envolver em acidente em Minas Gerais

Mãe e filho morreram no fim da noite desse domingo (23) após o carro no…

Vitória da Conquista realiza vacinação de adultos, adolescentes e crianças nesta terça-feira

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) prossegue com a vacinação contra a Covid-19 no município…

FBF confirma volta do Flamengo de Guanambi à Série B do Campeonato Baiano em 2022

A Federação Bahia de Futebol (FBF) confirmou que o Clube Esportivo Flamengo, de Guanambi, está…

Sobradinho vai manter vazão de 4.000 m³/s no rio São Francisco até 1º de fevereiro

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) anunciou que vai manter a vazão de…

Olavo de Carvalho morreu aos 74 anos na Virgínia, EUA

Morreu na madrugada desta terça-feira (25), o escritor e influenciador Olavo de Carvalho, de 74…