Bahia

Conselho Estadual de Saúde recomendou a realização do Carnaval 2022 na Bahia

Publicado por
Joana Martins
Compartilhado

O Conselho Estadual de Saúde (CES) divulgou, nesta sexta-feira (12), uma autorização da realização do Carnaval de 2022 na Bahia, desde que cumpridas recomendações sanitárias indicadas no documento.

No entanto, a decisão definitiva não cabe ao órgão. Nesta semana, o governador Rui Costa e o prefeito de Salvador Bruno Reis intensificaram os debates sobre a realização da festa, que está condicionada aos números de coronavírus no estado.

A decisão do CES ainda recomenda o reforço junto à população da importância dos protocolos de segurança sanitária, a exigência da comprovação da vacinação contra a covid-19, e a não utilização dos recursos públicos da saúde para o custeio do Carnaval.

Segundo o G1, o CES é um órgão deliberativo e fiscalizador, que auxilia o secretário de saúde na formulação de políticas de saúde no âmbito estadual. Ele é formado por entidades da sociedade civil, e tem entre as representações, sindicatos, trabalhadores da saúde e órgãos gestores. O CES conta com 64 representações.

A secretária estadual de Saúde Tereza Paim é a atual vice-presidente do conselho. A gestora não se manifestou após a divulgação da recomendação. Atualmente o CES é presidido por Marcos Antônio Almeida Sampaio, que é representante da sociedade civil.

Segundo Marcos Antônio, a recomendação divulgada nesta sexta foi enviada ao governador Rui Costa, ao Ministério Público estadual e ao conselho de secretários municipais de saúde.

Ainda de acordo com o presidente do conselho, os protocolos publicados e as discussões científicas foram baseados nas medidas sanitárias que estão em vigor.

Conselho Municipal do Carnaval de Salvador vota em favor da festa

O Conselho Municipal do Carnaval (Comcar) realizou, na tarde desta quinta-feira (11), uma assembleia extraordinária para decidir sobre a realização da festa em 2022. Com maioria dos votos a favor, o Comcar deliberou a realização do Carnaval 2022. Ao todo, 20 pessoas compareceram; 19 votaram a favor e uma se absteve. A data, no entanto, não foi detalhada.

Entre os 32 conselheiros da associação estão entidades de blocos, associação de camarotes, sindicatos de ambulantes, cordeiros, taxistas, estado e município, Empresa Salvador Turismo (Saltur), Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), Polícia Civil, Policia Militar, Corpo de Bombeiros, entre outros.

Conforme lei orgânica do estado, o Comcar é um órgão colegiado do qual fazem parte entidades representativas carnavalescas e órgãos públicos representativos na sociedade, tendo como finalidade deliberar e fiscalizar todas as ações concernentes à estruturação e realização do carnaval de Salvador.

Joana Martins
Publicado por
Joana Martins

Notícias recentes

Estratégia inovadora, usada pelas grandes marcas, ajuda empresários de Guanambi a fidelizarem clientes e aumentar o faturamento

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2019 o…

Duas pessoas morreram após ônibus com destino a Vitória da Conquista se envolver em acidente em Minas Gerais

Mãe e filho morreram no fim da noite desse domingo (23) após o carro no…

Vitória da Conquista realiza vacinação de adultos, adolescentes e crianças nesta terça-feira

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) prossegue com a vacinação contra a Covid-19 no município…

FBF confirma volta do Flamengo de Guanambi à Série B do Campeonato Baiano em 2022

A Federação Bahia de Futebol (FBF) confirmou que o Clube Esportivo Flamengo, de Guanambi, está…

Sobradinho vai manter vazão de 4.000 m³/s no rio São Francisco até 1º de fevereiro

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) anunciou que vai manter a vazão de…

Olavo de Carvalho morreu aos 74 anos na Virgínia, EUA

Morreu na madrugada desta terça-feira (25), o escritor e influenciador Olavo de Carvalho, de 74…