Bahia

Reservatório de Sobradinho começou abertura de comportas

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

O reservatório da Hidroelétrica de Sobradinho chegou ao 63,5% do volume útil neste domingo (16). Desde a última quarta-feira (12), a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) iniciou o processo de controle da cheia.

Além dos mais de 1.500 metros cúbicos por segundo (m³/s) vertidos pelas turbinas, com geração máxima de energia, as comportas estão sendo abertas de forma gradual desde sexta-feira (14).

O lago está recebendo em média 5.440,00 m³/s e o volume tende a subir ainda mais com a abertura das comportas em Três Marias, na Região Central Mineira, que ultrapassou a marca de 92% de volume útil. Estas águas devem chegar no sertão baiano daqui a cerca de duas semanas. Já a defluência chegou a 2.308 m³/s nesta segunda-feira.

Nível do rio São Francisco continua subindo em Minas, Bahia e Pernambuco

A previsão é chegar ao vertimento de 4.000 m³/s até o dia 24 de janeiro. A Usina de Xingó também vai chegar a esta mesma defluência. Por esta razão, o trabalho de alerta às comunidades ribeirinhas do Submédio e no Baixo São Francisco já foi iniciado.

No fim do período seco, o lago armazenava 32,96%, volume útil registrado em 29 de outubro. Desde então, com chuvas acima da média em toda a bacia, o volume vem aumentando dia após dia.

Antes de iniciar o regime de controle de cheia, a hidroelétrica estava operando com vazão turbinada de cerca 800 m³/s. Na terça-feira (11), houve incremento para geração de energia e logo na sequência, começou-se a abrir as comportas.

Fonte: Chesf

De acordo com a Chesf, pelo menos 16 pontos merecem atenção com o aumento da vazão nos próximos dias. Segundo informações da Chesf, é preciso haver atenção e orientações das prefeitura e das defesas civis. Também é preciso ficar atendo às placas nas áreas de segurança da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e no entorno onde os vertedouros estão sendo abertos.

Ao longo dos anos, a companhia identificou pontos mais sensíveis à elevação de vazão em decorrência de ocupações irregulares na calha do Rio São Francisco, que deve ser mantida livre para o curso natural das águas. A Companhia já está em contato com prefeituras e defesas civis oferecendo todas as informações disponíveis.

Na avaliação da estatal, como os últimos dez anos foram de estiagem na bacia hidrográfica, atualmente, mais localidades devem apresentar pontos sensíveis a vazões da ordem de 2.500 a 4.000 metros cúbicos por segundo. Por este motivo, prefeituras e defesas civis devem ficar atentas ao aumento do nível.

As áreas de banho sinalizadas como impróprias devem ser evitadas, em respeito à segurança.

Pontos de atenção identificados pela Chesf

Trecho entre as usinas de Sobradinho e Luiz Gonzaga (Submédio São Francisco)

Pernambuco

  • Petrolina: possui áreas sujeitas à inundação com vazões a partir de 4.000 m³/s. As ilhas situadas a jusante de USB começam a ser inundadas com vazões acima de 3.000 m³/s. Destaque para o Balneário da Ilha do Rodeadouro, famoso ponto turístico da região, que começa a sofrer inundação com vazões da ordem de 3.000 m³/s;
  • Santa Maria da Boa Vista: Balneário da Ilha da Coroa sofre inundação com vazões acima de 3.500 m³/s. Olarias a montante do centro de Santa Maria, sofrem inundações com vazões de 4.000 m³/s;

Bahia

  • Juazeiro: possui áreas sujeitas à inundação com vazões a partir de 4.000 m³/s. Destaque para o bairro do Angari, situado abaixo do dique de proteção, sujeito à inundações com vazões a partir de 3.000 m³/s;
  • Abaré: Captação construída abaixo do nível da cidade e sujeita a inundação com a ocorrência de vazões superiores a 4.000 m³/s;
Trecho Usina de Xingó até a Foz (Baixo São Francisco)

Alagoas

  • Piranhas: Bares construídos dentro da calha do rio sofrem inundação com 2.500 m³/s;
  • Pão de Açúcar: Balneários sofrem inundação a partir de 3.000 m³/s;
  • Belo Monte: Balneários sofrem inundação a partir de 4.000 m³/s;
  • Traipu: Prainha inunda com vazões de 3.500 m³/s;
  • São Brás: Vazões acima de 4.000 m³/s causam inundações em construções próximas a calha do rio;

Sergipe

  • Canindé do São Francisco: Orla sofre inundações com vazões a partir de 3.000 m³/s;
    Amparo do São Francisco: Balneários sofrem inundações com vazões a partir de 3.000 m³/s;
  • Porto de Folha: Povoados próximos a calha do rio sofrem inundação com vazões a partir de 3.000 m³/s;
  • Gararu: Balneários sofrem inundação com vazões a partir de 3.000 m³/s;
  • Telha: Balneário apresenta inundação com vazões superiores a 2.500 m³/s;
  • Propriá: Balneário apresenta inundação com vazões superiores a 3.500 m³/s;
    Santana do São Francisco: Balneário apresenta inundação com vazões superiores a 2.500 m³/s.

Nível do rio São Francisco em Minas Gerais e na Bahia

Usina de Três Marias ultrapassa 92% de volume útil, São Francisco continua com cheia em Minas e na Bahia

Mesmo antes da abertura das comportas, municípios do Médio São Francisco já registram uma das maiores cheias das últimas décadas. Comunidades ribeirinhas estão isoladas e muitas pessoas tiveram que deixar suas casas em todo o curso do rio. A cheia também afetou plantações nas vazantes e criações de animais tiveram que ser retiradas das áreas alagadas.

Com a diminuição da chuvas nas regiões dos afluentes, como o rio Abaeté, o Paracatu e o das Velhas, o nível do rio está estável nas cidades da Região Central e do Norte de Minas. Porém, o escoamento natural da água ainda continua forte, principalmente no rio da Velhas;

Em Pirapora, o nível caiu bastante com a diminuição da cheia do rio Abaeté, porém a cidade é a primeira a receber as águas vertidas de Três Marias e a população já vê novamente o nível do rio voltar a subir.

A preocupação na cidade é com as obras de restauração do vapor Benjamim Guimarães, patrimônio histórico do rio São Francisco. A embarcação foi colocada às margens do rio desde 2020 para facilitar os trabalhos.

O risco de danos ao barco causados pela cheia fez que com a Cemig adiasse o início da aberturas das comportas, mesmo assim, a água chegou até o casco da embarcação na última terça-feira (11). Com o aumento da vazão, é provável que a água chegue perto novamente do vapor, último barco movido a lenha do mundo.

Rio atingiu canteiro de restauração do Benjamim Guimarães na última terça-feira (11) - Redes Sociais

A prefeitura de Pirapora informou que os trabalhos de restauração estão parados há meses e que tenta junto Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), ações de segurança e a volta imediata das equipes de trabalho.

A cheia na cidade atingiu o pico na última quarta-feira, com nível chegando à cota 4,12 m. Nos dias seguintes, o volume de água voltou a diminuir e o nível chegou a 3 m. Com a chegada das primeiras águas de Três Marias, a cota subiu ao patamar de 3,70 m na madrugada desta segunda.

Gráfico do nível do rio São Francisco em Pirapora - 10 a 17 de janeiro de 2020

Em Cachoeira da Manteiga, no município de Buritizeiro, já no norte mineiro, o pico da cheia aconteceu na última quinta-feira (13), com o nível chegando à cota 10,03 m. Desde então, o nível voltou a cair mas se manteve estável em na cota de 9,70 m.

Mais à frente, em São Romão, o pico foi na madrugada de sexta-feira (14). A cota atingida no município foi de 7,49 m, caindo um pouco durante o fim de semana mas se mantendo na casa de 7,40 m. Já no município de São Francisco, o rio ainda está em ligeira elevação, chegando à cota 9,3 m neste domingo (16).

De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CRPM), nestas cidades, o nível apresenta tendência de estabilidade nos próximos dias nestes municípios. Já na Bahia, o volume de água ainda deve aumentar por mais alguns dia.

Em Malhada e Carinhanha, primeiras cidades baianas banhadas pelo Velo Chico, a perspectiva é de que o rio suba mais alguns centímetros e comesse a se estabilizar já no início da semana. Uma reportagem exibida no Jornal Nacional deste sábado (17), mostrou os impactos das chuvas acima da média e da cheia na região.

Em Malhada, as lagoas que margeiam o rio estão recebendo as águas que trasbordam pelos braços criados pelo rio na zona rural do município. Na cidade, a água já está muito perto de encobrir o cais e da margem.

Rio São Francisco em Malhada neste sábado (15) - Redes Sociais

Para a cidade de Bom Jesus da Lapa, o rio ainda deve ganhar mais alguns centímetros até a madrugada de quarta-feira (19), e começar o processo de estabilização logo em seguida, de acordo com o CPRM. O nível atingiu a cota 8,65 na madrugada desta segunda-feira, quase meio metro a mais do que foi registrado na cheia de março de 2020.

Os quiosques localizados às margens do rio foram sendo tomados pelas águas dia após dia. Muitos moradores das ilhas e margens também precisaram deixar suas casas.

Foto: José Hélio/Notícias da Lapa
Foto: José Hélio/Notícias da Lapa
Foto: José Hélio/Notícias da Lapa

Seguindo seu percurso, em Ibotirama, o Velho Chico deve atingir seu pico somente na próxima sexta-feira (21). Já em Morpará, a cota máxima deve ser alcançada no sábado (22).

Esta postagem foi modificada pela última vez em 18 de janeiro de 2022 19:02

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Uesb abre seleção para curso EAD de Especialização em Mídias na Educação

Por meio do Edital 095/2022, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) abre seleção para…

Adab participa de seminário em Brasília sobre serviços de inspeção municipal para produtos de origem animal

Acontece até esta sexta (27) o “Seminário Sobre Requisitos Básicos de Estruturação de Serviço de…

Cinema Itinerante vai exibir filme do Homem Aranha de graça em Vitória da Conquista, Itabuna e Eunápolis

Desta sexta-feira (27 até este domingo (29), visitantes e moradores de três cidades baianas poderão…

Concurso de Quadrilhas do São João do Gurutuba tem edital lançado

O edital do Concurso de Quadrilhas Juninas do São João do Gurutuba foi divulgado nesta…

Correios lançaram licitação para lojistas de Alagoinhas, Camaçari, Lauro de Freitas, Ilhéus e Salvador

Os Correios lançaram nova licitação para os varejistas que desejam instalar uma unidade do “Correios…

Prazo para pagamento da taxa de inscrição do Enem 2022 termina nesta sexta

Termina nesta sexta-feira (27) o prazo para o pagamento da taxa de inscrição do Exame…