Previsão do Tempo

Temporal com granizo causou novos transtornos em Vitória da Conquista

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

Choveu forte em Vitória da Conquista na tarde desta terça-feira (25). A cidade que já tinha sofrido com as chuvas volumosas de dezembro voltou a passar por transtornos devido ao grande volume de água que caiu em um intervalo pequeno de tempo.

Várias vias ficaram alagadas em alguns pontos da cidade. No cruzamento da Avenida São Geraldo e a da Rua Ascendino, no Centro, a enxurrada foi tão forte que chegou a arrastar motos e automóveis. Um motociclista quase foi arrastado pela água enquanto tentava salvar sua motocicleta da correnteza.

Um hipermercado do bairro Candeias, parte da estrutura da cobertura caiu durante a tempestade. Ainda não Há informação sobre feridos. Na Avenida Bartolomeu de Gusmão, uma viatura da Polícia Militar foi atingida por placa publicitária de uma loja de automóveis que caiu durante a tempestade. Também não houve feridos.

A chuva também veio acompanhada de raios e trovões, além de muito vento e granizo em algumas localidades. Na estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), localizado na Uesb, foram registradas rajadas de vento de mais de 40 quilômetros por hora (km/h). A estação também registrou chuva de 33 mm.

Mais próximo do Centro, no pluviômetro instalado no Lomantão, pelo Centro Nacional de Monitoramento de Desastres Naturais (Cemaden), foram registrados 48 mm de chuva entre 13h50 e 14h20.

Este volume é similar ao que era previsto para chover na cidade nos próximos dez dias. O temporal foi causado pela movimentação do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) em atuação na costa brasileira. Em grandes altitudes, o VCAN canaliza a umidade de seu Centro para suas bordas, causando temporais muitas vezes severos.

A Defesa Civil de Vitória da Conquista está avaliando a situação e as medidas necessárias para retomar a normalidade nas áreas afetadas.

Prefeitura de Vitória da Conquista convoca Comitê de Gerenciamento de Crise após temporal

O município foi um dos mais afetados com as chuvas de dezembro, com mais de 400 mm acumulados. Muitas comunidades rurais ficaram isoladas e pelo menos 120 casas desabaram total ou parcialmente.

Esta postagem foi modificada pela última vez em 25 de janeiro de 2022 18:23

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Obra de construção de nova ponte sobre o rio São Francisco foi iniciada

O Governo de Minas Gerais, por meio do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem…

Guanambi volta a registrar mais de uma dezena de casos de Covid-19 em 24 horas

Depois de algumas semanas com registros de casos de Covid-19 praticamente zerados, o município de…

Ufba inscreve para 990 vagas em cursos de especialização em Barreiras, Brumado, Guanambi, Vitória da Conquista e outras cidades

A Universidade Federal da Bahia está com processo seletivo aberto para ingresso nos Cursos de…

Rua Otávio Mangabeira passa a ter sentido único em Guanambi

Depois da retirada dos quebra-molas que forçavam os motoristas a reduzir a velocidade, os acidentes…

Acusado de violência doméstica foi preso com armas e munições na zona rural de Carinhanha

Um homem de 61 anos foi preso na manhã desta terça-feira (24) na zona rural…

Justiça Eleitoral de Vitória da Conquista cassa mandato de vereador por irregularidades do partido na cota de gênero

O mandato do vereador de Vitória da Conquista, pastor Orlando Oliveira Filho (PRTB), foi cassado…