Meio Ambiente

Guardas municipais de Vitória da Conquista tiveram aula prática de manuseio de animais silvestres com instrutores da Guarda de Salvador

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

O curso de formação do Grupamento de Apoio ao Meio Ambiente (Gama), da Guarda Civil Municipal de Vitória da Conquista, chegou ao fim, nesta sexta-feira (8), com uma aula prática sobre manuseio de animais silvestres, no Centro Municipal de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma). O treinamento vem sendo realizado desde segunda-feira (4), abordando Gestão Ambiental e Sustentabilidade.

O Grupo Especial de Proteção Ambiental (Gepa) da Guarda Civil de Salvador está conduzindo a capacitação. “Passamos noções de ecologia, noções de legislação ambiental, o papel da Guarda Municipal em relação ao meio ambiente. Também a parte teórica de resgate de animais silvestres, falando sobre os mamíferos, como eles se comportam, quais os cuidados que devem ter, quais os procedimentos que devem ser adotados no resgate, no salvamento de animais silvestres”, explicou o comandante do Gepa, Robson Pires.

Reprodução | PMVC

Ele também elogiou a iniciativa do Município na criação do grupamento especializado. “Isso é importantíssimo, porque o tema meio ambiente é um tema transversal. Quando você cuida do meio ambiente, você tá cuidando do social, você tá cuidando da educação, você tá cuidando da saúde, você tá cuidando de habitação. Então é fundamental que as prefeituras tenham essa sensibilidade, como a Prefeitura de Vitória da Conquista tá tendo”, completou.

São 34 agentes participando da capacitação e 30 serão selecionados para integrar o grupamento, que deve iniciar efetivamente o trabalho em até três meses. “Estamos alinhando com a Secretaria de Meio Ambiente para que eles façam também um curso sobre meio ambiente. Na final do curso, a gente vai fazer um treinamento com eles in loco, para conhecer o meio ambiente não só aqui da sede, mas também na zona rural”, contou o comandante da Guarda Civil de Vitória da Conquista, Cristóvão Lemos.

O agente Magnevaldo Silva falou sobre as expectativas em integrar o Gama. “A gente vai atuar diretamente com as questões de maus tratos aos animais, nas questões de regaste e preservação da natureza, resgate de animais silvestres. Vamos ter uma parceria com o Cetas, que é um órgão já da Prefeitura, órgão muito importante. E vamos conversar também com as esferas estaduais e federais na questão ambiental”, destacou.

De acordo com a secretária municipal de Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos, o Gama vem para dar suporte às ações de preservação do meio ambiente e de combate aos crimes ambientais. “Isso é muito importante, porque quanto mais apoio nessa causa ambiental melhor, porque é uma quantidade muito grande de ocorrências, o tráfico de animais silvestres é um problema no Brasil”, disse ela.

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Nova etiqueta do Inmetro para geladeiras fará previsão de gasto na conta de energia

A partir desta sexta-feira, 1º, todos os refrigeradores que chegarem ao comércio brasileiro, fabricados nacionalmente…

Vice-prefeito Nal Azevedo deve assumir Secretaria de Governo da Prefeitura de Guanambi

O vice-prefeito Nal Azevedo (União) será nomeado secretário municipal de Governo pelo prefeito Nilo Coelho…

Jornada On-line sobre Alfabetização será realizada pela Uesb

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) realizará, nos dias 8, 9 e 10…

Baiana Ana Marcela Cunha se torna pentacampeã mundial de natação em águas abertas

A baiana Ana Marcela Jesus Soares da Cunha terminou nesta quinta-feira, 30, sua participação no…

Uesb prorroga inscrições de curso de graduação e pós-graduação na modalidade Ead

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) divulgou os editais de prorrogação das inscrições…

Barreiras, Salvador, Tanque Novo e outras cidades têm 275 vagas de emprego abertas nesta sexta-feira

O Sinebahia, órgão estadual de intermediação de mão de obra, está selecionando para 275 vagas…