Anúncio

hqdefaultPela primeira vez desde que assumiu a Presidência da República, em 2011, a presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu que não fará pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão em 1º de maio, Dia do Trabalhador. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (27) pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva. Segundo ele, Dilma se manifestará por meio das redes sociais. “Nós optamos, por meio de uma decisão coletiva, de toda a coordenação política – coletiva e unânime –, que ela [Dilma] deveria valorizar as redes sociais e dialogar com a sociedade brasileira por meio das redes sociais”, disse Edinho Silva. No entanto, o chefe da Comunicação Social, negou que o objetivo da decisão seja evitar um novo panelaço, como o registrado em 8 de março, quando Dilma fez na TV pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher. Na ocasião, o panelaço foi ouvido durante a fala da presidente em bairros de algumas das maiores cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e Brasília.

Anúncio

Deixe uma resposta