Luana Amaral
(luana.amaral@redebahia.com.br)

O Carnaval de Salvador promete uma programação variada para quem pretende curtir a folia na pipoca. Na terça-feira (12), foi confirmada a participação de Bell Marques no desfile sem cordas do circuito Osmar (Campo Grande) na quinta-feira, 4 de fevereiro — mesmo dia em que Ivete Sangalo também se apresenta.

“É um investimento do governo do estado para um Carnaval mais democrático”, disse o governador Rui Costa. “Quanto mais atração sem corda melhor para a cidade. A prefeitura está botando metade do Carnaval sem corda”, afirmou o prefeito ACM Neto sobre a programação este ano da festa, que tem o tema Vem Curtir a Rua.

A grade com a programação está sendo finalizada pelo estado e pelo município. Mas, pelo menos 19 artistas vão animar a festa dos pipocas. Entre elas, Margareth Menezes, que se apresenta quinta-feira no Campo Grande.

No sábado, será a vez do trecho Barra-Ondina. No mesmo dia, ela sobe no palco montado no bairro de Itapuã. Sexta-feira, dia 5, a opção será Léo Santana. “Me sinto lisonjeado com a oportunidade de fazer esse arrastão. Tem muito mais gente, de todo lugar e tribos, curtindo o seu trio elétrico”, comemorou.

Saulo também vai animar o folião sem abadá na sexta-feira e no domingo no circuito Dodô (Barra-Ondina). Na segunda-feira, ele se encarrega do circuito Osmar. “A pipoca é o lugar da diversidade. Quanto mais gente diferente promovendo e compartilhando da mesma energia, melhor. Essa é a essência da pipoca”, disse ele.

Na segunda-feira, Igor Kanário promete repetir o sucesso do ano passado, quando arrastou uma multidão pela Avenida Sete. A folia sem cordas ainda vai contar com Durval Lelys, Daniela Mercury, Ed City, Araketu, Batifun, Alavontê, Afrodisíaco e Filhos de Jorge.

Como nem só de axé e pagode é feito o Carnaval, também estão confirmados shows da banda BaianaSystem, Orquestra Rumpilezz e da cantora Márcia Castro.

A prefeitura e o governo do estado pretendem divulgar outras atrações nos próximos dias. Além do Dodô e Osmar, recebem programações gratuitas os circuitos Sérgio Bezerra (Barra), Batatinha (Centro Histórico), Mestre Bimba (Nordeste de Amaralina), Orlando Tapajós (Clube Espanhol/Farol da Barra) e Riachão (Mudança do Garcia).

O Carnaval mais democrático agrada ao folião. “Sempre gostei da pipoca e acho que desde o ano passado voltou a melhorar, com mais espaço e opções”, diz o advogado Cainã Dias, 28, ansioso para o começo da festa. A folia começa em 17 dias com o Fuzuê, o pré-Carnaval na Barra.

Anúncio

Deixe uma resposta