Reprodução
Anúncio

Na tentativa de encontrar recursos que equacionem negociações recentes, como no caso do barateamento artificial do diesel, que gerou cortes na saúde e educação, os governantes buscam recursos de outros orçamentos.

O Governo Federal enviou à Câmara o Projeto de Lei 13 (PLN 013/2018), que prevê o cancelamento de R$ 40 milhões do orçamento do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil destinados à construção de trechos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, a Fiol, entre Caetité e Barreiras.

A proposta cria crédito suplementar no montante de R$ 995 milhões às pastas da Educação, Saúde e Integração Nacional. Para tal, o governo retira verbas de diversos ministérios, incluindo o dos Transportes.

Temendo que a proposta ganhe corpo na Casa, o coordenador da bancada da Bahia no Congresso Nacional, deputado Félix Mendonça Júnior (PDT), encaminhou  ofício a todos os congressistas do estado  para mobilização contra a  medida. O líder do PR, José Rocha, já comunicou que trabalhará pela derrubada da proposta.

Com informações do A Tarde.

Anúncio

Deixe uma resposta