Divulgação - Ministério das Cidades
Anúncio

A decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) de revogar a suspensão da entrada em vigor da placa veicular padrão Mercosul, em dezembro deste ano, por causa de decisão judicial que não se sustentou, recebeu o apoio do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA). O órgão estadual publicou, nesta quarta-feira (31), a portaria 1273, que estabelece mecanismos de controle para a mudança no emplacamento, dentro do prazo estabelecido pelo Contran, para modernizar o registro de veículos e evitar fraudes.

“Como a liminar que causava o impedimento caiu, não há motivo para retardar a medida. A placa com inovações precisa entrar em vigor antes da virada do ano, para iniciarmos uma fase mais segura no controle dos veículos. Após a portaria de hoje, a Bahia está pronta para executar o novo emplacamento”, declarou o diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes.

Pela decisão do Contran, a partir de 1° de dezembro, a placa Mercosul será obrigatória para veículos novos e nos casos de placas atuais danificadas e transferência de propriedade, categoria, município ou estado. Ela dispõe de itens de segurança que vão permitir a rastreabilidade e coibir a clonagem. As empresas fabricantes e estampadoras deverão estar cadastradas no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Fonte: Ascom/Detran-BA

Anúncio

um comentários

  1. O que preocupa é o custo para fazer esse tipo de serviço, pois o governo deveria ser consciente em praticar o mesmo valor que ja e das placas normais, pois o Detran junto com os comerciantes de placas ja estarao ganhando nas trocas, da qual se continuasse com as antigas nao precisaria.
    Essa historia de que toda mundança gera desconforto isso é uma falacia, pois no cenario atual jogar esse custo a mais para a população sera ruim, nem o Rio de Janeiro com toda a dificuldade em que se encontra, permaneceu com o mesmo valor, vamos ver a posição para a Bahia.

Deixe uma resposta