Foi aprovado na última segunda-feira (1º), pelo Banco Mundial, um crédito de US$ 200 milhões, quase R$ 800 milhões para a melhoria de estradas da Bahia, que beneficiará mais de 250 mil pessoas nas regiões rurais do estado. Os recursos são direcionados ao financiamento da segunda fase do Projeto de Reabilitação e Manutenção de Estradas na Bahia.

Mais de 30% das rodovias baianas são consideradas ruins ou péssimas de acordo com avaliação da Confederação Nacional do Transporte (CNT).
Mais de 30% das rodovias baianas são consideradas ruins ou péssimas de acordo com avaliação da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Por meio de nota, o governador Rui Costa afirmou que é necessário continuar trabalhando em prol das estradas. “Precisamos continuar melhorando as condições de nossas estradas, já que são o meio de transporte básico no estado e um fator de desenvolvimento regional importante“, disse.

O Banco Mundial afirmou que mais de 90% de todos os bens produzidos no estado são transportados por rodovias, por isso as más condições da rede viária “elevam os custos logísticos e contribuem para altos níveis de poluição”.

Além de seus 10 mil quilômetros de estradas estaduais, a Bahia conta com 120 mil quilômetros de vias rurais que servem as áreas mais remotas e são fundamentais para ligar os pequenos agricultores e pecuaristas com os mercados e os serviços sociais. O empréstimo tem um prazo de amortização de 35 anos e conta com um período de graça de 4,5 anos.

Fonte: Barreiras Notícias

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui