Tiago Marques | Redação 96FM

Uma reunião realizada nesta segunda-feira (22) em Salvador colocou na mesma mesa as principais lideranças políticas de Guanambi. O senador Otto Alencar (PSD) recebeu o pré-candidato a prefeito de Guanambi, Nilo Coelho (PSDB), o prefeito Charles Fernandes (PP), a deputada estadual Ivana Bastos (PSD), Paulo Costa (PCdoB), entre outros.

Na pauta, um nome de consenso para a disputa das eleições deste ano em Guanambi, uma união entre a oposição e a situação, fato que não foi concretizado naquele momento, mas mesmo assim a reunião foi avaliada como produtiva por um dos presentes. “O diálogo foi aberto, Nilo Coelho veio desarmado, soube ouvir e falar. Embora não tenha havido consenso de um nome em comum que satisfaça os dois grupos, houve muito respeito entre as partes. Outras reuniões devem ocorrer em Guanambi, cada liderança leva suas impressões para as suas bases, vamos aguardar”, disse uma fonte presente na reunião.

A reunião foi tema da Coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde. No texto, o colunista transcreveu um texto atribuído a Nilo Coelho que faz críticas duras aos adversários: “Vou porque gosto do diálogo, mas eu só faço acordo que possa cumprir. Sou terminantemente contra a corrupção. Então teríamos que achar um nome reconhecidamente acima de qualquer suspeita. Em suma, entre adversários, não há”.

Nilo garantiu que não fez declarações nestes termos, ressaltando o respeito pelos até então adversários. Entre os aliados do prefeito Charles e do Governador Rui Costa em Guanambi, destaque para a ausência do deputado estadual licenciado Vitor Bonfim (PDT), atual secretário de agricultura do Estado, que tinha agenda na secretaria mas foi informado do teor da reunião.

Base forte, nome fraco

Os aliados do governador Rui Costa em Guanambi são muitos, o deputado Vitor Bonfim, a deputada Ivana Bastos, o prefeito Charles Fernandes e mais da metade dos vereadores. Os nomes sugeridos em uma colisão não agradaram a todos do grupo, primeiro foi o secretário Jairo Magalhães e agora o médio Luiz Mariano.

Nome Forte, base Fraca

Já Nilo Coelho não tem concorrentes entre seus pares e é único virtual candidato até então definido, além de ter prestígio de ex-governador, ex-deputado federal e ex-prefeito da “Querida Guanambi”. O ponto fraco é o grupo político que se restringe ao primo Luis Augusto (PP que também é base de Rui) e do sobrinho Arthur Maia, além de provável meia dúzia de vereadores. Segundo uma fonte que teve acesso à pesquisas realizadas, embora lidere a preferência, dificilmente Nilo atingiria a maioria do eleitorado.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui