23.1 C
Guanambi
16.4 C
Vitória da Conquista

Conheça a história de superação do guanambiense que participou do revezamento da Tocha Olímpica

- Advertisement -

Últimas Notícias

Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.
- Advertisement -




Tiago Marques | Redação 96FM

Pelo menos um guanambiense pôde sentir o de perto o Espírito Olímpico conduzindo a Tocha dos Jogos Rio 2016. Rodrigo Magalhães de 20 anos foi escolhido em um concurso da Coca-Cola e participou do revezamento em Montes Claros(MG) na última segunda-feira (09). A Tocha Olímpica está percorrendo todo o Brasil e chega à Bahia no dia 19, o revezamento acontecerá em diversos municípios, incluindo Vitória da Conquista.

13178722_1169067536477315_753268956858315542_nPara participar do concurso, Rodrigo enviou uma foto onde mostrava um momento de felicidade e um texto de sua autoria sobre o Espírito Olímpico e conquistou a oportunidade de participar do momento.

Ao Mix 96, Rodrigo contou que ficou impressionado com a oportunidade pois passou por um momento de superação há exatamente um ano. “Eu moro em Montes Claros faz mais de três anos, sou estudante de Medicina na cidade. Há pouco mais de um ano eu adoeci, comecei a ter febre, urinar sangue, tive perda de peso. Fui internado na Santa Casa e estava em estado grave de saúde, o médico suspeitou que eu estava com câncer, fiz uma tomografia e foi detectado um linfoma. Fui com minha família para São José do Preto no interior de São Paulo, o resultado da tomografia assustou o médico que me atendeu e que pediu minha internação para realização de novos exames. Fiquei internado por 08 dias, estava esperando pela quimioterapia, naquele momento não tomava nenhum medicamento para combater a doença. Aos poucos os exames foram mostrando resultados melhores, a doença foi desaparecendo, e no dia 10 de Maio de 2015, dia do aniversário da minha mãe, eu recebi alta”, conta Rodrigo.

A data da participação do jovem no revezamento coincidiu com a data da alta hospitalar, 10 de Maio de 2015 e 09 de Maio de 2016, praticamente um ano. Rodrigo conta que acredita que um milagre restabeleceu a sua saúde. “Eu e minha família somos evangélicos, com a notícia da minha doença, nossa igreja (Batista Filadélfia) começou a orar muito por minha saúde, a equipe médica não entendeu o que aconteceu, só pode ter sido um milagre”, declara.




Mais de 30 familiares de Rodrigo foram de Guanambi para Montes Claros nesta segunda-feira (09) para prestigiar o revezamento. Ele é Filho de Deijanete e Mauro da Capotaria Rio Branco e está no 4º período no curso de medicina em Montes Claros.

- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -