30.2 C
Guanambi
24.8 C
Vitória da Conquista

Manifestação contra deputado em Guanambi termina com agressão policial

9,096FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Advertisement

Tiago Marques | Redação 96FM

Um grupo de aproximadamente 20 manifestantes, na maioria integrantes do Levante Popular da Juventude, foi até o aeroporto municipal Isaac Moura Rocha em Guanambi para protestar contra a posição do deputado federal Lúcio Vieira Lima na votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Lúcio Vieira Lima é irmão de Geddel, atual secretário de Governo de Michel Temer. Geddel foi citado em reportagem por supostamente favorecer a empreiteira OAS enquando atuava como vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa.

O deputado participou de um ato político de lançamento de candidatura em Pindaí, ao chegar ao aeroporto para regressar à Salvador se deparou com os manifestantes. A polícia militar foi acionada e os militantes afirmaram terem sido agredidos pelos agentes da lei . Os integrantes do Levante disseram que protestavam de forma pacífica e a que a polícia agiu a mando do deputado, agredindo e impedindo a filmagem da ação.

 

- Advertisement -

Já a polícia alega que determinou uma área de segurança que não teria sido cumprida pelos manifestantes, que tentaram impedir a saída do veículo do deputado. Os agredidos foram até a delegacia territorial registrar uma queixa contra os policiais agressores, um boletim de ocorrência foi lavrado. A polícia civil irá remeter o processo para a corregedoria da polícia militar apurar se houve excesso na ação dos militares.

Procurado pela reportagem da 96Fm para comentar sobre o episódio, o deputado disse que nem viu direito o que aconteceu. “Não teve violência, teve meia dúzia de gatos pingados, patrocinados com dinheiro público, inclusive da prefeitura de Pindaí, mas eu estava ao telefone dando umas entrevistas para jornais do Sul e nem vi direito. Eu sou deputado federal, não sou comandante da PM, aliás o comandante da PM é o governador Ruy Costa. Mas se houve excesso de algum cidadão, inclusive me parece que com invasão de área de segurança, como a pista do aeroporto, a PM deve interceder sim para manter a ordem e proteger o patrimônio público”. Comentou o deputado. Ele disse ainda que seus assessores contaram que dois polícias participaram da ação e que foram cordiais mesmo após resistência dos manifestantes. O deputado disse ainda que os manifestantes fizeram xingamentos e ofensas, “atos que não condizem com a educação do povo de Guanambi, se quiserem debater com seriedade sempre estarei à disposição”.

O levante repudiou a ação da polícia em nota oficial.

13230223_585419754971988_5021833253041664490_n
Lúcio Vieira Lima participou de um encontro em Pindaí . Na Foto postada no perfil de Lúcio está o contador José Lúcio, o ex-prefeito Tonhão, o ex-prefeito Loro, o vereador e pré-candidato a prefeito Naná e o ex-vice e atual pré-candidato a vice-prefeito Valmir.

Bahia Guanambi e Região Manifestação contra deputado em Guanambi termina com agressão policial

1 COMENTÁRIO

  1. Ai de ti, minha Pindai. Se está ruim pior vai ficar ! .Já pensou o povo de Tonhão, o povo de Loro, o povo de João Veiga, o povo de Valmir Pinheiro, o povo de Naná, afora o pessoal do segundo e terceiro escalão, todo mundo comendo na Prefeitura e o contador Zé fazendo a contabilidade. Só a lava jato para dar jeito ! Pode comprar o caixão e chamar o padre Rocha de Urandi para a missa do setimo dia !

Deixe uma resposta

Relacionadas