Tiago Marques | Redação 96FM

Institutos de pesquisa são constantemente questionados quanto à credibilidade, mesmo com todo o rigor do TSE para o registro e divulgação de pesquisas. Resultados de pesquisas realizadas em períodos próximos, em universo de poucos eleitores, mostram grande disparidade. É o caso do município de Boquira, onde duas pesquisas realizadas em intervalo de aproximadamente 15 dias, por institutos diferentes, trazem números totalmente diferentes.

A pesquisa do Jornal do Sudoeste, realizada no final de Junho (27 a 29) e a pesquisa do Jornal O Eco, realizada na primeira quinzena de Julho (11 a 13), trazem resultados totalmente diferentes, superior a 20 pontos percentuais para cada candidato. Na primeira pesquisa divulgada, o Jornal Sudoeste aponta 47,1% das intenções de voto para o atual prefeito Marco Túlio (PMDB) e 36,3% para Luciano (PSB), candidato da oposição. Já a segunda pesquisa, divulgada desta vez pelo Jornal O Eco, aponta Luciano na frente com 58% dos votos, 22% mais do que na pesquisa do outro Jornal, já o atual prefeito tem nesta pesquisa a metade das intenções de votos da outra, 24%. O percentual de brancos e nulos mudou pouco, foi de 16,6% para 18%.

insitutos de pesquisas apresentam dados divergentes
Levantamento feito pelo Jornal Sudoeste diverge com levantamento do Jornal O Eco

As pesquisas eleitorais devem ser registradas na Justiça Eleitoral e deve informar o período de realização da coleta de dados; a margem de erro; o número de entrevistas; o nome da entidade ou empresa que a realizou e de quem a contratou e o número de registro na Justiça Eleitoral. Em caso de descumprimento, a lei impõe graves sanções porque a divulgação de pesquisas eleitorais deve ser feita de forma responsável, devido à influência que exerce no ânimo do eleitorado, com potencial repercussão no resultado do pleito, uma vez que devem ser resguardados a legitimidade e o equilíbrio da disputa eleitoral. As enquetes de candidatos foram proibidas pela TSE.

pesquisas em boquira
Cinco pesquisas já foram realizadas e registradas em Boquira. a mais recente ainda não foi divulgada, ela foi realizada por um terceiro instituto, o IBEL.

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia! O Jornal O Eco de Paramirim vem fazendo pesquisas em Boquira desde março/16, salvo engano tem uma de 2015 também mas não encontrei o link. A regeição do atual prefeito é muito grande e há indícios fortes de que a pesquisa do Jornal do Sudoeste tenha sido comprada. Essa empresa prestou serviço para prefeitura de Boquira em 2015 (http://www.tcm.ba.gov.br/index.php/portal-da-cidadania/publicidade/?municipio=2904100&entidade=50&ano=2015&pesquisar=Pesquisar&entidadeTexto=PREFEITURA%20MUNICIPAL%20DE%20BOQUIRA). Vejam os links das pesquisas anteriores do Jornal O Eco em Boquira:
    Pesquisa realizada no início de março/16: http://www.oecojornal.com.br/noticia.php?id=3880
    Pesquisa realizada em meados de maio/16: http://www.oecojornal.com.br/noticia.php?id=4023

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui