Um guanambiense natural do distrito de Mutans foi morto com requintes de crueldade no estado de Mato Grosso do Sul. De acordo com informações passadas ao Portal Alô Pilões, a vitima de nome Edivânio da Silva Viana, 29 anos, foi morto a facadas na ultima quarta-feira (31), após invadir uma residencia na cidade de Aparecida do Taboado, distante 481 km de Campo Grande. Tudo começou após um desentendimento com um homem identificado por Sinvaldo, onde a vitima teria se deslocado até a residencia do acusado com uma barra de ferro,momento em que ao invadir a residencia, foi surpreendido por Sinvaldo que de posse de uma arma branca entrou em luta corporal com a vitima. Na confusão, Edivânio levou a pior, pois o mesmo foi atingido por vários golpes de faca desferido por Sinvaldo. A policia foi acionada e ao chegarem na residencia encontraram o corpo de Edivânio já em óbito. Após o crime o acusado fugiu.

A vitima é acusado de homicídio no distrito de Mutans em 2015

Edivânio é acusado de ter assassinado Robson Almeida dos Santos, 31 anos de idade, no distrito de Mutans. O Crime teria ocorrido no dia 18 de Dezembro de 2015, onde Edivânio juntamente com o seu irmão identificado por Eurivan da Silva Viana assassinaram Robson a tiros.

Por Mateus Souza /Portal Alô Pilões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui