bahia-codevasf-fortalece-pesicultura-familiar-foto-materia-39Lagoas, tanques-rede e viveiros escavados de cinco municípios do Médio São Francisco baiano estão recebendo nesta semana 167 mil alevinos, ação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em parceria com o Governo do Estado da Bahia, por meio da Bahia Pesca, cujo objetivo é fortalecer a pesca e a piscicultura na região, gerar renda e fonte de alimentação para as populações ribeirinhas.

Estão sendo disponibilizados aos produtores e pescadores 47 mil alevinos de tambaqui, 31 mil de tilápia e outros 89 mil de carpa. A ação alcança cinco municípios e beneficia diretamente famílias de 34 comunidades de Matina, Paratinga, Riacho de Santana, Santa Maria da Vitória e Serra do Ramalho, na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

A Associação de Moradores de Jenipapo e Batata, do município de Serra do Ramalho, que reúne 68 famílias, é uma das beneficiadas pela ação. No ano passado, a associação já havia recebido apoio da Codevasf para o desenvolvimento da piscicultura, com a disponibilização de 20 tanques-rede.
“Há dois anos começamos o trabalho com piscicultura, com tanques escavados, mas o impulso maior aconteceu quando recebemos os tanques-rede da Codevasf. Para podermos exercer a atividade, o abastecimento dos mananciais com alevinos é muito significativo”, diz Iedas dos Santos, presidente da associação.

A ação acontece graças a uma parceria firmada entre a Codevasf e a Bahia Pesca: os alevinos foram produzidos e cedidos pela empresa pública baiana, que é vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) do Governo do Estado. O cadastramento das associações beneficiadas, a avaliação de locais e a logística, entre outras ações, são feitos pela equipe da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

A parceria abrange também ações semelhantes em outros municípios do Médio São Francisco baiano, como Bom Jesus da Lapa, Caetité, Carinhanha, Ibotirama, Igaporã, Jaborandi, Malhada, Sítio do Mato e Tanque Novo.
“O trabalho com a piscicultura, apoiado pela Codevasf, seja através do fornecimento de alevinos ou do estruturamento das associações, tem mudado a condição de vida de várias pessoas, atenuando os efeitos da estiagem, pois oferece importante alternativa de alimentação e de fonte de renda”, diz Isabel Denis, técnica da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Recomposição da ictiofauna

Por meio de seus sete Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura implantados em quatro estados, a Codevasf atua na preservação da ictiofauna das bacias hidrográficas, bem como em sua revitalização, por meio da realização de peixamentos e pesquisas aplicadas.

Até hoje, mais de 134 milhões de peixes foram produzidos para a recomposição e manutenção da ictiofauna com espécies nativas do São Francisco e espécies não nativas destinadas ao apoio da piscicultura na bacia. Para os peixamentos foram destinados 73 milhões de nativas, entre elas cari, pacamã, piau, curimatã pacu, curimatã pioa, matrinxã, e piaba.

Segundo o chefe da Unidade de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf, Leonardo Sampaio, a ação ajudar a manter o estoque de peixes e a biodiversidade do rio.

“Além de cuidar da saúde do rio, a ação garante a continuidade da pesca, resultando no desenvolvimento econômico e segurança alimentar da população da região. No primeiro semestre de 2016, os Centros Integrados já produziram cerca de 4 milhões de alevinos de espécies nativas e foram realizados 29 peixamentos. A expectativa é que esses números aumentem ainda mais até o final desse ano”, afirma Sampaio.

Os centros integrados são considerados referência no desenvolvimento de pesquisas e tecnologias de reprodução, larvicultura e alevinagem de espécies nativas do rio.

Fotografia:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157644250962246

Ouça as notícias da Codevasf:

https://soundcloud.com/codevasf

Assessoria Codevasf

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui