20.7 C
Guanambi
15.2 C
Vitória da Conquista

Governador inaugura segunda etapa da Adutora do Algodão no próximo dia 05 em Caetité

9,063FãsCurtir
15,413SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
823InscritosInscrever
Tiago Marqueshttps://agenciasertao.com/
Tiago Marques é redator e editor do site Agência Sertão. Trabalha com produção de conteúdo noticioso para rádio e internet desde 2015.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Advertisement

Tiago Marques | Redação 96FM

14057831950_d2823514a4_z
FOTO: ASCOM CODEVASF

Já está em funcionando, em fase de testes, a segunda etapa da Adutora do Algodão que está levando água do rio São Francisco para Caetité, único município atendido pela Embasa que enfrentava racionamento. O governador Rui Costa (PT) estará na cidade para inaugurar oficialmente a obra no próximo dia 05 de Novembro. A obra teve recursos federais de R$ 44,2 milhões repassados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e execução do Governo do Estado da Bahia, por meio da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

Serão 34 mil pessoas abastecidas com o novo sistema, em Caetité 10 mil pessoas já estão recebendo a água. O restante das pessoas estão nas  localidades de Morrinhos, Maniaçu, Lagoa de Dentro e Lagoa de Fora. A estrutura do sistema é formada por seis estações elevatórias, cinco caixas de passagens, três unidades de reservatório e cerca de 90,5 quilômetros de tubulação, entre adutoras e redes de distribuição. Dados fornecidos à Agencia Nacional de Águas (ANA) informam que água da barragem de Ceraíma vem sendo usado para complementar o sistema, cerca de 250 l/s foram retirados nos últimos meses, no entanto a barragem armazena cerca de 50 milhões de m³, a capacidade é de 58 milhões de m³. Uma terceira fase da Adutora do Algodão irá beneficiar beneficiar Ibitira e Lagoa Real.

Rui também vai entregar dez tratores e implementos agrícolas para agricultura familiar de Caetité, Guanambi, Ibiassucê, Urandi, Palmas de Monte Alto, Ituaçu, Tanhaçu e Santa Maria da Vitória.

- Advertisement -

A população de Caetité sofreu com o racionamento de água nos últimas anos em razão da baixa vazão dos mananciais que atendem ao complexo sistema de captação que atende a demanda da cidade. Vários poços artesianos foram perfurados para aumentar o volume, mas mesmo assim a distribuição foi racionada devido ao déficit de quase 30% da demanda nos meses mais secos. Caminhões pipa chegaram a ser usados para ajudar no abastecimento, buscando água em Guanambi para ser distribuída na cidade. A chegada da água do rio São Francisco está normalizando o abastecimento para a população.

Política Administração Pública Governador inaugura segunda etapa da Adutora do Algodão no próximo dia 05...

Deixe uma resposta

Relacionadas