21.7 C
Guanambi
17.9 C
Vitória da Conquista

Energia elétrica pode ficar 16,7% mais cara após mudanças no setor elétrico

Mais Lidas

https://materiais.henet.com.br/guanambi

Em documento entregue ao Ministério de Minas e Energia (MME), a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) fala em alta de até 16,7% na conta de energia, devido ao  impacto tarifário da mudança no regime de venda de energia por hidrelétricas. O cálculo é parte das contribuições da Aneel para a consulta pública sobre o novo marco do setor elétrico.

A proposta de revisão no marco regulatório permite que usinas que hoje vendem energia sob o regime de cotas, com tarifas mais baixas, possam migrar para o mercado livre – segmento em que as empresas compram e vendem eletricidade diretamente.

A agência reguladora fez simulações considerando três faixas de preço para os novos contratos dessas usinas, que hoje chega ao mercado, em média, a R$ 75,32 por megawatt-hora (MWh). Se todas passarem a vender a energia a R$ 150 por MWh, o impacto nas tarifas pode ser de até 7,1%. A R$ 250, o impacto máximo sobe para 11,9%, e a R$ 250, a 16,7%.

Com informações do Estadão Conteúdo

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas Notícias