Foto: TV Globo

O tenente Davi dos Santos Ribeiro foi liberado provisoriamente nesta terça-feira (24) depois de uma audiência de custódia. Ele é apontado como o autor do tiro que matou uma turista espanhola na comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro, nesta segunda (23). De acordo com o jornal O Globo, a decisão foi do juiz Juarez Costa de Andrade. Ele argumentou que “o custodiado estava trabalhando, possui imaculada ficha funcional, não havendo indícios de que solto possa reiterar o comportamento criminoso ocorrido à luz do dia”. Davi não poderá ter contato com testemunhas e está autorizado a atuar apenas em trabalhos administrativos da Polícia Militar. A espanhola Maria Esperanza Ruiz Jimenez, de 67 anos, foi baleada dentro de um carro na Rocinha e morreu antes de chegar ao hospital. De acordo com a Polícia Militar, ela foi atingida depois de furar um bloqueio policial na comunidade. A Rocinha vem passando por confrontos há pouco mais de um mês por conta da disputa do controle do tráfico de drogas na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui