26.9 C
Guanambi
22.5 C
Vitória da Conquista

Estudantes de Fisioterapia realizam simpósio sobre “Perspectivas de Conhecimento e Funcionalidade”

O evento aconteceu nesta sexta-feira (27), no auditório da Câmara Municipal de Guanambi, e teve na programação, desta manhã, uma mesa redonda sobre a necessidade de conhecer a funcionalidade e a incapacidade, a Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF)

- Advertisement -

Últimas Notícias

- Advertisement -




Por Joana Martins

Em comemoração o dia do profissional de fisioterapia, a Faculdade Guanambi realizou o IV Simpósio de Fisioterapia: Perspectivas de Conhecimento e Funcionalidade. O evento aconteceu nesta sexta-feira (27), no auditório da Câmara Municipal de Guanambi, e teve na programação, uma mesa redonda sobre a necessidade de conhecer a funcionalidade e a incapacidade, a Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF).

 O CIF é um termo de funcionalidade a qual se refere a todas as funções do corpo. Surgiu como resposta das mudanças de hábitos dos seres humanos, explica a Fisioterapeuta Olivia Rodrigues. “Hoje todos buscam a independência. E este é o motivo que devemos pesquisar  conhecimento e funcionalidade para todas as situações de pacientes em tratamento fisioterapêutico. Devemos incluir nos hábitos de vidas dos pacientes, funções que mostre a  sua capacidade de executar atividade, mesma que sejam ilimitadas. Função é sinônimo de fisioterapia” expressa Olivia Rodrigues, fisioterapeuta especializada em Pilates.

O professor da Faculdade Guanambi e fisioterapeuta Ricardo Badalú, explicou  sobre o sistema de informação de saúde do trabalhador brasileiro. ”Inclui apenas dados da doença, condição ou lesão, para os quais se utiliza a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID). O CID, desde sua adoção, foi usado para codificação da mortalidade e da morbidade, com importante papel epidemiológico”.

Sendo assim, o professor define  como  equivoco do uso do CIF(Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde), no ponto de vista dos determinantes das condições de funcionalidade sobre a saúde do trabalhador. Com relação, ao ponto de vista patológico o CIF permite obter dados mais específicos, tanto sobre a funcionalidade, como em relação ao ambiente de trabalho e ao desempenho das atividades relacionadas a ele.

A coordenadora do curso  de fisioterapia,  Neila Duarte, mostrou satisfação em conseguir reunir vários fisioterapeutas e discentes de fisioterapia no IV Simpósio de Fisioterapia. “É muito gratificante ser lembrado e ter oportunidade de aprender mais, além disso, estamos abordando um tema atual que na minha graduação eu não tive contato. Com certeza, esse simpósio vai trazer mudanças e acrescentar na vida de todos os presentes” diz Duarte.

A discente, Rosilene Martins do 10º semestre e participante da organização do evento, disse que o seminário ficará marcado em sua formação. “Estou terminando a minha graduação e hoje foi mais uma prova do que eu quero na minha vida.  Estou realizada com o evento e aprendi muito”.

Confira as fotos:




- Advertisement -
- Advertisement -

Relacionadas

Deixe uma resposta

- Advertisement -

Mais Lidas

- Advertisement -