Reprodução

O presidente Michel Temer (PMDB) deve assinar um decreto que suspende a criação de novos cursos de medicina no Brasil por um prazo de cinco anos. Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a medida foi confirmada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho.

O ministro teria afirmado que o decreto para a adoção da medida está na mesa do presidente e a previsão é que o presidente assine o termo até o fim do ano. “Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino”, afirma o ministro.

Editais em andamentos

No entanto, os editais lançados  durante a gestão Dilma Rousseff  que estão em andamento para a abertura de novos cursos serão concluídos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui