O Presidente eleito Jair Bolsonaro, fala com a imprensa após reunião com os futuros comandantes das Forças Armadas, no Comando da Marinha, em Brasília.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, chegou no final da manhã de hoje (23) ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele vai fazer uma série de exames pré-operatórios para a retirada da bolsa de colostomia, colocada em setembro. A estimativa é que o período de recuperação demore de 10 a 15 dias.

Bolsonaro decolou de Brasília para São Paulo, chegando no Aeroporto de Congonhas. Ele foi para o hospital de carro, escoltado por policiais federais. Um forte esquema de segurança está montado nos arredores do Albert Einstein.

O cirurgião Antonio Luiz de Vasconcelos Macedo é o chefe da equipe que faz os exames no presidente eleito. A retirada da bolsa de colostomia estava prevista desde a última cirurgia, quando houve uma aderência no local da operação.

É a terceira cirurgia de Bolsonaro desde que ele foi esfaqueado por Adélio Bispo, durante um ato político, em Juiz de Fora, Minas Gerais, em 6 de setembro. Ele fez uma cirurgia inicial, de grande porte, depois a segunda para corrigir a aderência.

A estimativa é que o presidente eleito seja operado em 12 de dezembro, 20 dias antes da posse, marcada para 1º de janeiro.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Fonte: Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui