Reprodução

O psicológo George Hilton Brito Pereira, 49 anos, foi preso, na quarta-feira (16), por investigadores da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Teixeira de Freitas, após ser denunciado por estupro, por três pacientes. Os crimes ocorreram no consultório onde ele atuava, no bairro Recanto do Lago, na cidade de Alcobaça. George também é pastor da Igreja Batista Shalom Missionaria, fundada por ele em 2002.

De acordo com informações da polícia, as investigações apontaram que Hilton alegava que a prática sexual fazia parte do tratamento psicológico e, assim, violentou pelo menos três mulheres, com idades entre 19 e 20 anos. O agressor também é pastor numa igreja de Alcobaça, município distante 68 quilômetros de Teixeira, no extremo sul do estado.

A delegada Viviane Scofield Amaral, titular da Deam/Teixeira, solicitou à Justiça um mandado de prisão para Hilton, com base nas denúncias. Com a ordem de prisão em mãos, policiais da unidade especializada cumpriram o mandado e Hilton, agora, encontra-se custodiado, à disposição da Justiça.

O CORREIO procurou o Conselho de Psicologia da Bahia para saber se George era registrado junto ao órgão e também se ele pode ter o registro cassado, mas não obteve êxito

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Via Correio 24 Horas

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui