Anúncio

Conforme já anunciando, desde a última sexta-feira (1º), a população de Guanambi já conta com um serviço de transporte particular por aplicativo. O Ryd Brasil estreou na cidade e já fornece transporte em automóveis para até quatro passageiros.

Segundo a empresa responsável pelo aplicativo, 38 motoristas já estão licenciados e prestando o serviço na cidade e é possível contacta-los 24 horas por dia, todos os dias da semana. A expectativa é cadastrar 50 motorista para atender toda a demanda da cidade.

Veículos já estão disponíveis para corridas na cidade

O aplicativo está praticando a tarifa mínima de R$ 7,50 para viagens de até 2,3 Km. O preço é composto de uma tarifa base de R$ 3,20, além do valor de R$ 1,30 por quilômetro rodado e de R$ 0,20 por minuto de viagem. Quando a demanda pelo serviço estiver mais alta, é aplicado um custo adicional às corridas. Uma viagem da UniFG até a Praça do Feijão por exemplo sai por cerca de R$12,50.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

O aplicativo também permite o cadastro de motofretistas para entrega de encomendas e até taxistas, no entanto esses serviços ainda não está disponível na cidade.

O aplicativo nasceu em Montes Claros no ano passado, atualmente já se expandiu para as cidades mineiras de Janaúba, Pirapora, Curvelo, Patos de Minas, Paracatu, Uberlândia, João Pinheiro e Unaí. O aplicativo também já está em funcionamento em Parobé, Taquara e Igrejinha, no Rio Grande do Sul. Guanambi foi a primeira cidade da Bahia a receber o serviço. Outras duas cidades vão receber o aplicativo em breve, Frederico Westphalen no Rio Grande do Sul e Jequié na Bahia.

Apenas usuários do sistema operacional Android podem baixar o aplicativo, ainda não há previsão para o lançamento na versão IOS. (Use o código: sertao para ter 50% de desconto na viagem).

Em breve, um outro serviço de mobilidade urbana deve estrear na cidade, o Giross promete oferecer o mesmo tipo de serviço, no entanto apenas com motociclistas.

Confira o áudio desta notícia

Deixe uma resposta