Reprodução

A Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan) está coordenando a elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) da Bahia, tendo como horizonte o ano de 2035. Para a sua construção, foram realizadas plenárias territoriais, seminários temáticos, reuniões setoriais com entidades parceiras do estado, a exemplo do Sistema S, e também com especialistas de cada um dos cinco eixos temáticos que compõem o documento. A previsão da Seplan é que o PDI Bahia 2035 seja lançado oficialmente neste primeiro trimestre de 2019.

O superintendente de Planejamento Estratégico do Estado, Ranieri Muricy Barreto, destaca a abrangência do plano. “O PDI nasce dessa necessidade de integrar todas as políticas públicas do Estado, exatamente porque a conjuntura nos impõe planejar essas políticas para buscar melhorar o nível de execução e, consequentemente, melhorar a vida das pessoas onde elas vivem. O que significa essa integração? Significa a construção coletiva de uma visão de futuro que expressa o Estado da Bahia desejado em 2035 e, a partir daí, todos os instrumentos de planejamento são trabalhados com o olhar para o Plano de Desenvolvimento Integrado, que é o Plano de Desenvolvimento a longo prazo”, afirma.

Ranieri também ressalta que o PDI é um documento norteador e integrador de todas as políticas públicas planejadas para a Bahia. “Nesse sentido, exatamente agora, todas as secretarias de Estado estão realizando seus Planejamentos Estratégicos Organizacionais baseados no Programa de Governo Participativo [PGP], que sagrou-se vencedor nas ultimas eleições, com uma avaliação do Plano Plurianual atual, com uma avaliação das Escutas que estão sendo realizadas em todos os Territórios de Identidade e isso tudo vai permitir que estas secretarias façam seus planejamentos setoriais com reflexo no PPA 2020-2023”, explica.

O documento está em fase de conclusão e leva em consideração a integração e a transversalidade de políticas públicas das mais diversas áreas de atuação do Estado. Por isso, de acordo com Ranieri, o plano será balizador para a construção dos próximos Planos Plurianuais do Estado e dos planejamentos estratégicos das secretarias de governo, lançando um olhar de futuro para o desenvolvimento econômico e social da Bahia.

Ainda de acordo com o superintendente, o Plano de Desenvolvimento Integrado reúne o que foi consenso em todas as atividades realizadas com os mais variados setores da sociedade e do governo, com prioridade para as áreas apontadas como prioritárias, a exemplo da Educação, Saúde, Segurança Pública, Economia, Infraestrutura, Modernização do Estado e sua Gestão. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (Codes) são parceiros na construção do PDI Bahia 2035.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Fonte: Ascom/Seplan

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui