Às vésperas das provas, foi realizado o I Encontro das Turmas do Projeto UPT polo de Guanambi com mais de 400 participantes

Um total de 2.197 estudantes do programa Universidade para Todos (UPT), cursinho pré-vestibular ofertado pela Secretaria da Educação do Estado, foi aprovado em instituições de Ensino Superior da Bahia e de outros Estados, graças ao bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Deste total, 1.912 alunos foram aprovados para a Universidade Estadual da Bahia (Uneb); 149, para a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb); 48, para a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uesf); e 88, para a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Estes números ainda são parciais, pois outras listas de aprovados ainda devem ser divulgadas pelas instituições.

A coordenadora do UPT, Patrícia Machado, comemora o resultado. “É em clima de muita alegria que a Secretaria da Educação, juntamente com as quatro universidades estaduais, parceiras do UPT, está comemorando este momento tão especial com os 2.197 estudantes que foram aprovados e, assim, estarão, neste ano, iniciando a graduação dos seus sonhos. Este levantamento ainda não está fechado, porque temos outras chamadas”, afirmou.

Em 2018, a Secretaria da Educação do Estado disponibilizou 14 mil vagas em cerca de 176 municípios do Estado, com 237 locais de funcionamento. Os estudantes da rede estadual aprovados ingressam na universidade em 2019 por meio de vestibulares, pelo Programa Universidade para Todos (PROUNI) e pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU). Dos estudantes da rede estadual que cursavam o UPT e foram aprovados, 30 são quilombolas; dois, indígenas; dois, transexual/travesti; um é cigano; e um tem necessidade especial.

Iracema Souza Silvério, 33 anos,por exemplo, aluna do UPT, em 2018, foi selecionada para o tão concorrido curso de Medicina da Universidade Estadual da Bahia (Uneb). “Estou muito feliz por esta grande conquista. O curso do Universidade para Todos me preparou bastante para os vestibulares, pois os professores são muito atenciosos e competentes. Tudo o que estudamos no curso foi cobrado nos vestibulares que eu fiz”, afirmou a estudante.

Estudantes do UPT na região de Guanambi também tiveram bons desempenhos.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Sobre o UPT

Criado pelo governo do Estado da Bahia, através do Decreto nº 9.149, de 23 de julho de 2004 e do Decreto nº 17.610, de 18 de maio de 2017, o pré-vestibular Universidade para Todos é coordenado pela Secretaria da Educação e executado em parceria com a Uneb, Uefs, Uesb e Uesc). A ação voltada para fortalecer a política de acesso à Educação Superior é direcionada a estudantes concluintes e egressos do Ensino Médio da rede pública estadual.

O curso presencial possui carga horária de 20 horas semanais e aulas das disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, tendo como objetivo consolidar e aprofundar conhecimentos adquiridos pelos alunos, preparando-os para os processos seletivos de ingresso ao Ensino Superior. Além das aulas regulares, também são realizados projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados e orientação vocacional. O UPT, desde 2007, já colaborou para o ingresso de mais de 18 mil estudantes no Ensino Superior.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui