Um jovem de São Pedro do Avaí, distrito de Manhuaçu, Zona da Mata de Minas Gerais, foi preso depois de usar a rede social Facebook para apoiar o massacre ocorrido na escola da cidade de Suzano em São Paulo.

Jackson Reis, de 18 anos, escreveu “eu devia ter feito isso na Escola Ana Mendes também, mas precisa ter um caminhão com munição pra todo mundo que odeio lá, enfim, parabéns aos envolvidos”, completou.

A publicação causou alvoroço na comunidade e pessoas que tiveram acesso ao conteúdo acionaram a polícia, temendo que o jovem pudesse fazer algo parecido na instituição de ensino de São Pedro do Avaí.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

A PM iniciou rastreamento e encontrou Jackson numa motocicleta perto de sua residência. Ele foi submetido a busca pessoal e nada de ilícito foi encontrado com ele. Os militares se dirigiram até a casa de Jackson onde fizeram buscas e lá também nada ilícito e relacionado a ameaça foi localizado.

O aparelho celular do rapaz ficou com as autoridades, pois acabaram detectando várias mensagens de pessoas de diversas partes do país com ideias favoráveis a este tipo de atentado.

Autor foi preso por Apologia a Fato Criminoso. Ele que conduzia a moto também não portava carteira de habilitação.

Via Rádio Cidade de Manhuaçu

Deixe uma resposta