Preço da gasolina fica

Na sessão da Câmara de Vereadores de Guanambi, nesta segunda-feira (13), o vereador Edileno Oliveira fez diversas denúncias sobre suposto mau uso do dinheiro público por parte da gestão municipal. Em uma das críticas, o vereador cita um carro Fiat Palio, ano 2015, que gastou 1.008 ( um mil e oito) litros de gasolina no mês de janeiro deste ano.

Segundo o vereador, foram pagos R$ 4.485,98 em janeiro para o abastecimento de combustível do veículo. O Fiat Pálio tem capacidade máxima de armazenar 48 litros de gasolina e o valor gasto equivale a 21 tanques cheios. Considerando a média de 11 quilômetros por litro,  durante um mês, o carro andou mais de 11.088 quilômetros, o que se compara em ir de Guanambi a São Paulo e voltar quatro vezes.

O veículo é locado pela prefeitura e está à disposição da secretária de saúde de Guanambi. Segundo o secretário de saúde do município, André Montinho, esse carro faz inúmeras viagens por dia. “O carro é destinado para atender o distrito de Mutans, levar e trazer as equipes do PSF, os pacientes de Hemodiálise, pacientes do CAPs, profissionais em visitas domiciliares, inclusive na zona rural. Também é responsável por levar pacientes pra Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital Regional de Guanambi, quando a ambulância não está presente, enfim, é um trabalho sem fim a semana inteira”, explica Moitinho.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

O secretário afirmou que tem os relatórios completos de quilômetros rodados e abastecimentos quase que diários do automóvel. Mointinho também ressaltou que entrou em contato com o vereador Edileno, que teria entendido a situação, ficando de se retratar na próxima sessão da Câmara.

Por coincidência, o veículo em questão se envolveu em uma batida no último fim de semana. “Por azar, esse pálio foi batido no sábado, e terei que providenciar outro pra substituir até o conserto terminar”, comentou o secretário.

Veja a nota emitida pelo secretário

Boa tarde a todos,

Hoje entrei em contato com o nobre Vereador Edileno Oliveira para esclarecer sobre o excesso de consumo de combustível de um determinado veículo da prefeitura de Guanambi. Trata-se de um veículo da Secretaria de Saúde, e por esta eu respondo, nada ficará sem os devidos fundamentos. Ao Vereador Edileno, a qualquer autoridade ou cidadão interessado, será entregue minucioso relatório sobre o consumo de qualquer carro da Saúde, inclusive o Pálio citado (OZM 0605). Não existe desvio de combustível nem tampouco tanque furado, existe muito trabalho. O Nobre Vereador Edileno ficou de se retratar na próxima sessão da Câmara, ele está na sua função de fiscalizador do povo, pra isso foi eleito, mas soube reconhecer que nesse caso não tem razão.

Esse carro faz inúmeras viagens por dia. Ele atende o distrito de Mutans. Leva e traz as equipes do PSF, manhã e tarde, leva e traz pacientes de Hemodiálise, leva e traz pacientes do CAPs, leva e traz profissionais em visitas domiciliares, inclusive na zona rural, leva e traz pacientes pra UPA e HR quando a ambulância não está presente, participa de campanhas de vacinação na região de Mutans, enfim, é um trabalho sem fim a semana inteira. Temos relatórios completos de quilômetros rodados e abastecimentos quase que diários.

Por fim, agradeço a atenção e me coloco à disposição de qualquer um para maiores informações.

André Moitinho.

Deixe uma resposta