Reprodução

No dia 13 de novembro de 2018, por um período de duas horas, 100% da energia consumida no Nordeste veio dos parques eólicos instalados na região, que geram hoje 86% de toda energia eólica (do vento) produzida no país.

Mesmo assim, os consumidores nordestinos pagam pela conta de luz valores praticamente idênticos aos de todas as regiões do Brasil, sem benefício algum nas suas tarifas, apesar de o Nordeste ser o maior gerador de energia eólica do país.

Mas se todo o consumo de energia elétrica do Nordeste é produzido lá, a tarifa de luz não deveria ser mais barata para os consumidores dessa região? Isso não acontece porque o modelo elétrico brasileiro não funciona de forma seletiva nem regionalizada, segundo explicações de lideranças do setor elétrico. Isto é, toda a energia gerada em qualquer região do país (eólica, solar, térmica ou hídrica) é colocada num sistema a partir do qual ela é distribuída igualmente e com os mesmos preços para todas as regiões do país. É o Sistema Interligado Nacional (SIN). Ou seja, a energia “viaja” o Brasil todo.

Vento produz quase 10% da energia do país

A capacidade instalada (ou capacidade de geração) dos 602 parques eólicos no país (506 estão no Nordeste) é de 15.104 MW (ou 15,1 GW), pouco mais de 9% do total do país, incluindo todas as fontes (165 GW). Ao final de 2023, serão pelo menos 19,7 GW de energia eólica, segundo a ABEEolica.

Elbia Gannoum, presidente da ABEEolica (Associação Brasileira de Energia Eólica), disse ao UOL que o SIN, criado em 1998 e coordenado e controlado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), é o mais democrático, o mais distributivo e o mais seguro possível. “O Nordeste, até antes da chegada dos parques eólicos, foi sempre dependente de energia importada do restante do país. Hoje, ele até exporta excedentes. Mas há períodos do ano em que a produção da região cai e, nesse caso, precisa importar de novo energia elétrica”, afirmou Elbia.

Veja a reportagem completa no Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui