Willian Silva / Sudoeste Bahia

O acusado Dênys Márcio Carvalho foi condenado a 28 anos de prisão em regime fechado nesta terça-feira (18), pelo Tribunal do Júri, na sessão realizada no Fórum Cezar Zaga, na cidade de Caetité. Ele é acusado de ter assassinado a tiros a ex-esposa Vanessa Gomes Nogueira, em julho de 2015, na rua Juraci Magalhães, no Centro da cidade.

O Ministério Público (MP), através do promotor Luciano Taques Ghignone, afirmou que foi um crime premeditado e pediu a pena máxima de 30 anos de prisão, mas pelo fato dele ser réu primário não foi aplicada. Ao site Sudoeste Bahia, Luciano disse que o resultado foi satisfatório e é um exemplo a ser seguido “que outras Vanessas não sejam mortas da forma como Vanessa foi assassinada”, finalizou.

Já o advogado de defesa Éder Adriano Neves David pediu uma pena branda, mas acabou não convencendo os jurados.

Diante a leitura da sentença feita pelo juiz da Comarca Pedro Silveira dos Santos, ele destacou que o réu cometeu o crime por motivo torpe. O magistrado determinou na decisão que o réu cumpra a pena imediatamente no Complexo Lemos de Brito, em Salvador.

De acordo consta no inquérito policial, Dênys disparou oito vezes contra a vitima. Ele não aceitava o fim do relacionamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui