Imagem Ilustrativa / Reprodução

O inverno começou, nesta sexta-feira (21), com uma chance de mais de 50% de influência do fenômeno climático El Niño sobre o Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O fenômeno, causado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico, deve perdurar até o início da primavera, segundo dados gerados pelos principais centros meteorológicos internacionais.

“Os impactos são variados, tendo em vista as dimensões do território brasileiro e sua diversidade climática. Em algumas áreas, produz secas extremas e, em outras, eleva as temperaturas”, informou o instituto por meio de boletim divulgado pelo Ministério da Agricultura (Mapa), nesta semana.

Segundo a revista Globo Rural, o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos, da Rural Clima, é mais cético em relação à ocorrência de El Niño no Brasil. O especialista avalia que, na última semana do mês, a previsão é de chuvas em áreas produtoras do Sul do Brasil e também sobre São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, com possibilidade de chegar em Goiás e Mato Grosso. É possível também chover em toda a faixa litorânea e interior do Nordeste.

 Adelia Felix – Metro 1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui