Divulgação

A Equipe Guanambiense de Basquetebol conquistou o segundo lugar na I Copa Suçuarana de Basquete. A competição foi disputada no último sábado (6), no Ginásio de Esportes Valdívio Oliveira Aguiar em Tanhaçu-BA.

Seis equipes disputaram o torneio divididas em dois grupos. O melhor de cada chave passou para final. A equipe guanambiense enfrentou nos dois primeiros jogos as equipes de Caculé e Brumado, obtendo vitórias. Na outra chave, o time de Suçuarana garantiu a classificação, na disputa contra Jequié e Urbis V de Vitória da Conquista.

Na final, os guanambienses duelaram contra Suçuarana, dona da casa, mas acabou não resistindo a pressão da torcida e conquistou o segundo lugar.

Jorge Rodrigues, presidente da Associação Guanambiense de Basquetebol (Aguba), fala da relevância da copa para o basquete de Guanambi e região. “Para região foi muito importante, devido a escassez de campeonatos de basquete durante muito tempo. As prefeituras da região estão passando por dificuldades financeiras e o último campeonato que Guanambi participou foi em 2012, na Copa Minério em Brumado, portanto, para nós que estamos voltando com o basquete na região é extremamente importante a participação nesse tipo de campeonato”, avalia.

Rodrigues discorre ainda sobre a renovação do basquete guanambiense promovido pela Aguba e como o esporte vem agregando jovens promessas. “Em Guanambi está tendo uma renovação de jogadores, vários juvenis de 15, 16 e 17 anos vêm sendo agregados ao esporte. Nós precisamos de jogos para testarmos as qualidades dos meninos e nessa viagem, dos 11 jogadores que participaram seis são juvenis”, pontua.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Alguns jogadores desta equipe participaram do campeonato regional de basquetebol 3 X 3 do sudoeste, em Vitória da Conquista. A disputa aconteceu em março deste ano e os atletas guanambienses foram campeões. O campeonato 3 X 3 é diferente de competições com quadra completa, onde participam 5 jogadores titulares, que foi o caso da I Copa Suçuarana.

Em maio deste ano, a Aguba passou a ser de utilidade pública, por meio de uma lei municipal. A concessão do título de Utilidade Pública a entidades, fundações ou associações civis significa o reconhecimento do poder público de que as instituições, em consonância com o seu objetivo social, são sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à coletividade.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui