Jacson foi atropelado enquanto disputava uma prova em Guanambi (foto: Giro em Ipiaú).

Policias do 17º Batalhão de Polícia Militar (17ºBPM) prenderam o homem responsável pela morte do paratleta Jacson Silva Saltos, ocorrida na tarde deste sábado (17), durante a XXIII Corrida do Suruá, em Guanambi.

Segundo informou o Ten. Cel. Arthur Mascarenhas, Jailson Ramos Moreira, 46 anos, foi preso em flagrante, apresentando visível estado de embriaguez. Ele conduzia uma Chevrolet Astra, licenciado em Guanambi e reside na Fazenda Pau Ferro, zona rural do município.

Jailson foi preso há cerca de três meses por ter esfaqueado a esposa. A foto divulgada pela Polícia Militar foi tirara à época.

O comandante informou ainda que o motorista causador do acidente havia sido preso há cerca de três meses por esfaquear a esposa, mas já estava em liberdade por determinação da justiça.

A Polícia Militar informou que uma viatura e três motocicletas acompanharam os atletas durante todo o percurso da prova. Uma equipe do Departamento de Trânsito também trabalhava no evento.

A festa que ocorreria após a corrida na comunidade do Suruá foi cancelada. O corpo de Jacson deve ser encaminhado para Ipiaú nas próximas horas.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Segundo a polícia, Joilson pode responder por homicídio doloso.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui