Destaque Guanambi
Foto / Reprodução: Victor Boa Sorte

Foi publicado no Diário Oficial do Município de Guanambi, desta segunda-feira (26), três leis dispondo sobre denominação de logradouros públicos.

O nome das ruas e bairros de uma cidade é uma forma de identificação que é usada pelos poderes públicos, empresas e pessoas em geral. Sem os nomes seria muito complexo para uma pessoa situar-se em uma cidade ou mesmo locomover, principalmente em cidades desconhecidas. Isso torna a identificação de ruas imprescindível.

A Praça Pública localizada entre a Av. Mato Grosso do Sul, Alto Caiçara e a BR 938, que interliga a sede do Município ao Distrito de Ceraíma, fica denominada de Praça Carmelito Lopes Nunes. Esse projeto de lei foi proposto pelo vereador Rafael Macedo no dia 25 de junho de 2018.

Carmelito Lopes Nunes nasceu em março de 1952 na Fazenda Curralinho, distrito de Guanambi. Ainda adolescente, iniciou sua vida profissional, como cabeleireiro. Nunes, teve oito filhos e faleceu em março do ano passado, com 66 anos de idade.

No Loteamento Liberdade, a Rua “D” passou a ser chamada de Rua Lourivaldo Alves dos Santos. Esse projeto de lei também foi proposto pelo vereador Rafael Macedo, em maio de 2019.

Lourivaldo Alves dos Santos nasceu em 1986, na cidade de Guanambi, e residia no Loteamento Liberdade com sua esposa e os seus três filhos. Araponga, como ficou popularmente conhecido, possuía uma grande habilidade futebolística. No entanto, exerceu como última profissão a função de Montador de Redes em uma empresa de energia. Araponga faleceu em 2016 aos 30 anos de idade.

A Rua “UM”, localizada no Bairro Ipanema, fica denominada de Rua Alex Ramon Batista Correia. Esse projeto de lei foi proposto pelo vereador Fabrício Lopes, em julho de 2019.

Correia nasceu em 1981, na cidade de Guanambi, e atuou como advogado na comarca do município e região por mais de 10 anos. Foi empresário do ramo de caçamba estacionárias – que recolhe entulhos, além de pertencer ao Moto-Clube de Guanambi e Caetité. Em junho de 2014, sofreu um acidente de moto que o levou ao óbito, aos 33 anos de idade.

Os nomes das ruas de uma cidade são definidos pela Câmara de Vereadores, inclusive essas definições ocupam boa parte dos projetos que são analisados, discutidos e aprovados nas sessões.

No entanto, a decisão dos nomes, embora seja dos vereadores, nem sempre parte deles – a comunidade também pode sugerir. Isso possibilita à população prestar uma homenagem póstuma e manter a memória de pessoas que foram importantes para a localidade.

Um detalhe importante é que na maioria das cidades brasileiras os nomes de ruas só podem ser atribuídos a pessoas já falecidas. Em Guanambi, a necessidade de conhecer a identificação das ruas está em maior evidência após um projeto de lei ser aprovado pela câmara de vereadores e sancionado pelo prefeito no final de abril do ano passado.

A lei sancionada exige a alteração dos nomes de logradouros públicos com nomes de pessoas vivas e de ditadores do regime militar. A decisão obedeceu a uma determinação do Ministério Público Federal de 2015.

Confira as ruas e praças que receberam denominações esse ano em Guanambi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui