Reprodução

A Prefeitura de Guanambi realizou uma licitação para adquirir novos veículos para a frota municipal. São 28 ao todo, eles poderão atender as secretarias do município e o gabinete do prefeito.

Entre os veículos, três carros populares, 23 motocicletas e dois carros de luxo (veja quais . A licitação foi realizada na modalidade registro de preço que, ao contrário das outras modalidades de licitação, o órgão licitante não é obrigado a efetuar a compra.

Dois veículos licitados chamaram a atenção, ambos do modelo SUV. Trata-se de uma Hilux SW4 SRX da Toyota, de R$ 252.900,00  e uma Trailblazer de R$ 243.500,00, da Chevrolet.

Segundo a Assessoria de Comunicação da prefeitura, pelo menos por enquanto, apenas um dos carrões será comprado. Ele será usado para atender ao gabinete do prefeito Jairo Magalhães (PSB).

A Assessoria informou ainda que os recursos para a compra do veículo virão de um leilão que a prefeitura pretende realizar. A prefeitura já possuiu duas SW4, uma de cor preta, ano 2011 e outra de cor cinza, ano 2013.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Conforme apurou a Agência Sertão, mesmo que as dois veículos sejam leiloados pelo valor da tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o valor arrecadado não seria suficiente para comprar a SW4 nova.

O SUV ano 2011 está avaliada em R$ 101.000,00, enquanto que a de ano 2013 pode valer até R$ 120.000,00. Leiloando as duas pelo preço da tabela Fipe, o que é pouco provável, já que o valor comum de venda fica entre 10 e 20% abaixo da tabela, ainda seria necessário um acréscimo de pelo menos R$ 31 mil.

A divulgação da intenção de comprar um veículo tão caro gerou críticas da população. Nas redes sociais, cidadãos demonstram descontentamento com o assunto. (Veja os comentários na postagem abaixo).

Um internauta questionou o opção por um carro tão caro e comparou o valor ao preço de quase seis VW Gol, licitados a R$ 42.500,00 cada. Com o valor da SW4 seria possível comprar quase seis veículos do tipo e diminuir os gastos com aluguel de veículos.

A Agência Sertão pesquisou sobre os veículos, veja o que os têm que os tornam tão caros.

Hilux SW4 SRV

O modelo mais básico da SW4 custa bem menos do que a versão que a prefeitura quer comprar. A partir de R$ 175.340,00 é possível adquirir um veículo como esse.

A diferença de quase R$ 80 mil acontece principalmente pela opção de motor. A versão básica tem motor 2.7 flex (gasolina ou etanol), enquanto que a versão da licitação tem motor 2.8 a diesel, combustível considerado mais econômico.

O motor é do modelo D-4D, de 16 válvulas com versão Turbo, com torque de 45,9 kgf.m e potência de 177/3.400 CV.

Outra vantagem é a capacidade de transportar até 7 passageiros, dois a mais do que a versão básica.

Os itens de série incluem transmissão automática sequencial de 6 velocidades, tração 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida, rodas de liga leve aro 18. Além de detalhes na lataria e no acabamento interior, aerofólio, lanternas traseiras em Led, entre outras características.

Esta versão custa R$ 268.890,00 no site da Toyota, R$ 16 mil a mais do que a proposta vencedora da licitação.

Trailblazer

A versão mais básica da Trialblazer custa a partir de R$ 193.190,00 na Chevrolet. A diferença para a versão licitada pela prefeitura também está no motor, 3.6 a gasolina x 2.8 a diesel.

O versão escolhida do veículo possui motor 2.8 a diesel com 200 cv. A transmissão é automática de seis marchas e o modelo tem tração integral com reduzida.

Assim como a SW4, a opção escolhida tem maior capacidade de transporte de passageiros, sete no total.

Os itens de série também são muitos – computador de bordo, controle de tração, rodas de alumínio aro 18″, kit multimídia, entre outros.

O veículo conta ainda com pacote de itens de segurança que inclui alerta de colisão frontal, monitores de ponto cego e faixa de rolamento e um sistema que alerta para tráfego perpendicular na traseira do veículo. Há ainda air bags laterais e de cortina e controles de estabilidade e tração.

A TrailBlazer tem ainda banco do motorista com ajustes elétricos, câmera de ré e sensores de luz e chuva. Os bancos são revestidos de couro e há até partida remota do motor por meio da chave.

A versão custa a partir de 237.900,00, sem o frete incluso.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui