O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) resolveu fechar cinco das suas onze subseções distribuídas pelo Estado. Alagoinhas, Guanambi, Irecê, Jequié e Paulo Afonso ficaram sem representação presencial do conselho.

A decisão foi publicada na edição desta quinta-feira (19), do Diário Oficial da União (DOU). O documento diz que o fechamento se dará em cumprimento ao processo de reestruturação administrativa proposta pela Gestão 2018-2020.

O Coren-BA justificou que a estrutura existente atende parcialmente e de forma pouco eficaz os profissionais de enfermagem do estado da Bahia, bem como apresenta a maior parte das subseções operando com ausência de capacidade de autossustentação ao longo dos últimos cinco anos.

O Conselho justifica ainda que a requalificação das subseções está aliada às estratégias da nova atual gestão, que trabalha para melhorar a navegabilidade do site, atendimentos em formato itinerante, agendamento de atendimento, implantação de gerenciamento de filas, ampliação de frota de veículos para fiscalização, contratação de motoristas, ampliação de pacotes de internet, e outras.

Segundo o órgão, estas medidas qualificarão sensivelmente as condições de trabalho dos servidores e de atendimento aos profissionais de enfermagem da Bahia.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

O documento diz ainda que o encerramento das atividades das subseções de Alagoinhas, Irecê e Paulo Afonso deve acontecer até 30 de novembro deste ano, já as subseções de Guanambi e Jequié deverão ser extintas até 31 de março de 2020. Os servidores lotados nestas subseções serão transferidos para as outras que continuarão funcionando.

O Coren-BA determinou a divisão das subseções de acordo com o mapa do Estado, em Vetor Norte, englobando Barreiras, Feira de Santana e Juazeiro, e Vetor Sul, correspondente às subseções de Itabuna, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Segundo os dados disponíveis no site da instituição, o Coren-BA tem quase 124 mil profissionais inscritos, incluindo auxiliares, técnicos e enfermeiros.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui