Estação de Tratamento da Adutora do Algodão fica no distrito de Julião, em Malhada

Lagoa Real e Ibitira, distrito de Rio do Antônio, vão receber água do rio São Francisco para abastecimento da população. O Governo da Bahia, por meio da Embasa, publicou, no Diário Oficial do Estado da Bahia desta quinta-feira (19,) a abertura da licitação para a obra de extensão da Autora do Algodão

A obra desta terceira fase da Adutora terá investimentos previstos de cerca de R$ 30 milhões de reais e será executada pela Embasa.

A primeira etapa da Adutora do Algodão, em operação desde novembro de 2012, representou um investimento federal de cerca de R$ 136 milhões.

Mais de 110 mil pessoas estão sendo beneficiadas pela primeira fase da obra nos municípios de Malhada, Iuiú, Palmas de Monte Alto, Candiba, Pindaí, Matina e Guanambi; nas localidades de Mutãs (Guanambi) e Pajeú do Vento (Caetité), além de outras localidades rurais situadas ao longo da área de influência do sistema.

Em 2016, foi inaugurada a segunda etapa, levando a água até Caetité. Foram investidos recursos federais de R$ 44,2 milhões, repassados pela Codevasf, com a execução do Governo do Estado da Bahia por meio da Embasa.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui