A noite de terça-feira foi de definição dos finalistas no The Voice Brasil 2019. Oito candidatos subiram ao palco para tentar impressionar o público seus técnicos e apenas quatro seguem na disputa.

Ivete Sangalo, Iza, Lulu Santos e Michel Teló tiveram que escolher entre os dois semifinalistas de seus times. O público de casa também votou e as notas foram somadas aos bônus de 20 pontos dados pelos técnicos.

Reprodução / TV Globo

A noite foi marcada pelos duetos dos técnicos com grandes nomes da música brasileira. Lulu Santos e Gal Costa, Isa e Alcione, Ivete Sangalo e Maria Rita e Michel Teló e Bruno e Marrone.

Os primeiros candidatos a entrar no palco foram do time Ivete. A dupla mineira Ramon e Rafael, de São Gonçalo do Rio Abaixo apresentou a canção “Que Sorte a Nossa”, sucesso na interpretação de Matheus e Kauan. O goiano Willian Kessley, de Goiânia, interpretou “Refém”, conhecida na voz do cantor Dilsinho.

Com 55,62 % dos votos do público, somados a mais 20 pontos dados por Ivete, Willian se tornou o primeiro dos finalistas do The Voice Brasil. (veja como foi)

Antes da segunda apresentação, Lulu Santos recebeu Gal Gosta no palco do programa. Eles interpretaram a canção “Arara”, de Lulu.

Em seguida foi a vez dos semifinalistas do time Iza. Edyelle Brandão, de Valença (BA), Ana Ruth de Juazeiro do Norte (CE), apresentou a música “Fim de Tarde”, da banda Fat Family. Já Edyelle Brandão, de Valença (BA), interpretou “One Moment in time”.

Iza deu os 20 pontos de bônus para Edyelle, mas quem levou a vaga na final foi Ana Ruth. A Cearense teve 68,83% dos votos e superou a baiana mesmo sem receber os 20 pontos da técnica. (veja como foi)

Na sequencia, antes da terceira rodada de apresentações, Bruno e Marrone e Michel Teló interpretaram “Por Um Minuto”, sucesso da dupla.

O time Lulu Santos foi o terceiro a se apresentar. Duas jovens cantoras norte-mineiras, Polyana Caires, 17 anos, natural de Espinosa, e Lúcia Caires, 16 anos de Montes Claros.

Lúcia foi a primeira a entrar no palco, ela cantou “Crawling”, da banda Linkin Park.  Pollyana interpretou “Idontwannabeyouanymore”, de Billie Eilish.

Os 20 pontos do técnico foram para Lúcia, que se somaram aos 57,18% do público que votou pela internet. A disputa teve mais de 1 milhão de votos. (Veja como foi)

Antes da última decisão, Maria Rita e Ivete Sangalo interpretaram “Cai Dentro”, sucesso na voz de Elis Regina.

No Time de Michel Teló, a paranaense de Santa Fé, Mobi Colombo, interpretou “Será” da banda Legião Urbana. Na sequencia, Tony Gordon, de São Paulo, 56 anos, apresentou “With A Little Help From My Friends”, sucesso dos Beatles e de Joe Cocker.

Michel Teló decidiu dar os 20 pontos de bônus para Tony, o público também optou pela experiência e deu 63,20% dos votos ao cantor.

Por fim, Alcione e Iza apresentaram “Você Me Vira a Cabeça”, sucesso da cantora.

Os escolhidos se encontram novamente na próxima quinta-feira (3), dia em que o país vai conhecer a voz do Brasil.

Nesta edição do The Voice Brasil, 64 candidatos foram aprovados nas audições às cegas. A disputa foi se afunilando e só os preferidos do público e dos técnicos foram seguindo na competição.

Na quinta-feira, assim como na semifinal, os finalistas do The Voice fazem suas apresentações individualmente. Cabe ao público votar no site do programa e decidir quem será o campeão da temporada. O vencedor ganha um prêmio de R$ 500 mil e assina um contrato com a Universal Music.

Na Região de Guanambi, além da baiana Edyelle Brandão, de Valença, os fãs do programa torceram muito pelas representantes do Norte de Minas.

Veja um pouco da trajetória das duas cantoras até a semi finalistas do The Voice Brasil 2019

Pollyana Caires

Pollyana Caires the voice brasil
Reprodução / TV Globo

Pollyana está terminando o terceiro ano do Ensino Médio em Montes Claros. Após fazer sucesso no programa, ela comemorou o crescimento de suas redes sociais que saíram de 3 mil seguidores para 40 mil após os duelos. Atualmente seu perfil está em quase 65 mil seguidores.

No instagram, Pollyana contou que foi incentivada pelos amigos e pela família. Ela disse ainda que nunca acreditou que seria selecionada e nem consultou o e-mail para saber se havia sido selecionada. “Tanto que eu recebi uma ligação de última hora falando ‘olha, hoje é o último dia para você confirmar se você vem aqui na seletiva ou não, porque eu já te mandei e-mail faz um século’ e eu ‘tá bom moço desculpa'”, disse.

Ela contou ainda que a primeira seletiva, antes de encarar os técnicos do The Voice na Globo, aconteceu em Belo Horizonte. Ela disse ainda que tentou o The Voice Kids em 2017 e chegou a participar da seletiva em Belo Horizonte, no entanto não foi selecionada.

Pollyana Caires apareceu no The Voice Brasil pela primeira vez no dia 6 de agosto ao cantar ‘When The Party´s Over‘ nas audições às cegas. Com 20 segundos de apresentação, Ivete Sangalo e Isa viraram suas cadeiras. Michel Teló virou com menos de um minuto e Lulu Santos ao fim da apresentação. Ela recebeu elogio dos quatro técnicos e acabou escolhendo integrar o time da Iza.

Na segunda fase do programa, a cantora batalhou com Lara Alanys cantando juntas “N”, sucesso de Nando Reis. Iza escolheu Lara para continuar em seu time. Pollyana ficou disponível para os outros técnicos e Lulu Santos decidiu integrá-la em seu time.

“Você tem muitas qualidade, e se tem uma coisa que eu admiro no artista é tirar a arte realmente de dentro de si, e não ser apenas uma casca, uma parte externa… eu vi você cantando Billie Eilish, eu quis você no me time, eu virei pra você, agora eu tenho… vai ser muito bom trabalhar com você, eu gosto de jeito como você é, você tem muito talento, você canta muito bem”, disse Lulu ao resgatar Pollyana para o seu time.

Na terceira fase, Pollyana enfrentou Rik Oliveira, Pollyana escolheu o som de “Pra Me Refazer”, de Sandy e AnaVitória, e Rik Oliveira escolheu “Sincero”, o clássico do técnico Lulu. Lulu escolheu Pollyana Garantiu e Rik Oliveira deixou o reality.

No dia 19, a adolescente se apresentou pela primeira vez ao vivo e foi a escolhida do público para continuar no programa. Interpretando a música “Home”, da britânica Gabrielle Aplin, ela conquistou 45,23% dos votos e continuou no programa. El1 foi escolhido por Lulu Santos e Flora Cruz deixou o programa.

No dia 26, valendo vaga na semifinal, Pollyana Caires cantou o clássico da MPB “Corcovado”, de Tom Jobim e foi escolhida pelo técnico para permanecer na disputa. (veja como foi)

Lúcia Muniz

Reprodução / TV Globo

Lúcia Muniz voltou ao The Voice Brasil após participar da versão kids no ano passado. Ela canta desde os 5 anos, quando seu pai percebeu seu talento e a inscreveu em aulas de canto. Desde então passou a participar de festivais regionais e atualmente solta a voz em um canal de vídeos.

À época de sua primeira passagem pelo programa, Lúcia disse que pretende ser cantora e médica, seguindo a profissão do pai. Disse ainda que seu estilo musical preferido é o rock, mas ouve e canta todos os estilos.

No The Voice Brasil 2019, Lúcia chegou ao time Lulu Santos após  interpretar “Lonely Day”, da banda System of a Down, nas audições às cegas. O primeiro a virar a cadeira foi Michel Teló. Em seguida, Ivete Sangalo e Lulu Santos viraram, apenas Iza não virou a cadeira antes do fim da apresentação. “Com uma voz dessa você tem o potencial de cantar o que você quiser”, comentou Teló. O jovem talento acabou por escolher integrar o time de Lulu Santos.

Na fase de batalhas, Lúcia se apresentou ao lado de Tatila Krau cantando a música “Decode”, do grupo Paramore. Ela foi escolhida por Lulu para continuar no programa. Michel Teló impediu IZA de usar o “peguei” e levou Tatila para o seu time. Na segunda rodada, ela seguiu na competição cantando “My Immortal”, da banda norte-america Evanescence.

Na segunda noite de Shows Ao Vivo do The Voice Brasil, nesta terça-feira (24), Lúcia Muniz interpretou “Equalize”, da cantora da Pitty, sendo salva pelo público com 49,77% dos votos. Em seguida, Lulu Santos escolheu Paula Araujo para seguir na competição.

Na última quinta-feira (26), Lúcia Muniz apresentou“Never Enough”, interpretada pela atriz Loren Allred no filme “O Rei do Show”. Ela foi a escolhida pelo público com 36,87% dos votos. (veja como foi)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui