Reprodução

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, bloqueou o perfil do Greenpeace Brasil em seu perfil no Instagram. A instituição é uma das principais organizações não governamentais da área ambiental no mundo.

Em resposta, o Greenpeace Brasil publicou o print da mensagem exibida pelo aplicativo após o bloqueio.

O ONG deixou um recado ao ministro. “Oi @sallesmma, vimos que nos bloqueou no instagram. Mas isso não significa que vamos deixar de apontar os ataques ao meio ambiente cometidos durante sua gestão”, disse postagem.

Esta não é a primeira vez que Ricardo Salles bloqueia organizações e ativistas ambientas em sua rede social.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Em fevereiro, o Observatório do Cima teve sua conta bloqueada para acessar o conteúdo do Ministro. A rede reúne entidades da sociedade civil para discutir temas ligados às mudanças climáticas no Brasi.

Nilo D’ Avila, coordenador de campanhas do Greenpeace, também foi bloqueado pelo ministrado.

À época, Salles disse ao Estadão que bloqueou pessoas físicas que fizeram ofensas e confirmou ter bloqueado o Observatório do Clima. “bloqueei por que a turma estava tumultuando, ao invés de debater”.

A entidade rebateu dizendo que a fez checagens sobre informações falsas ou distorcidas publicadas pelo ministro.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui