Divulgação

A cidade de Guanambi sediará a 1ª Feira de Energia Solar da Bahia – FESB. A programação inicia nesta sexta (8), e segue até o próximo domingo (10), na Praça Henrique Pereira Donato (Praça do Feijão) no centro da cidade.

Segundo a organização, o objetivo é concentrar em um só lugar tudo o que há de inovação e tecnologia na categoria de energia solar residencial, comercial e para bombas solares de irrigação.

O evento está sendo promovido pela Sollar Company e Brasmáquinas. Segundo as empresas, serão disponibilizados estandes por toda a praça, com estrutura de toldos e um espaço para palestras e amostras de produtos.

A cidade de Guanambi vem sendo pioneira na utilização de tecnologias para esse setor. Em junho desse ano, a siderúrgica Usiminas anunciou a homologação de um tipo de aço ideal para montagem de estruturas de usinas de energia solar.

O material batizado de “USI SAC SOLAR POWER” foi usado pela primeira vez na fixação de 51 mil painéis da Usina Fotovoltaica Verde Vale III, instalada no município de Guanambi.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

A Usina foi construída em uma área às margens da BR-030, na saída para Caetité. A capacidade de produção é de 14,3 MW e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) contratou a produção através de um leilão em 2015. Em março desse ano foi publicada a autorização para comercialização da energia.

O complexo vem possibilitando a utilização da energia solar em empreendimentos públicos na cidade. O Colégio Municipal Josefina T. Azevedo e o Colégio Municipal José Neves Teixeira estão recebendo a instalação de painéis fotovoltaicos para produzirem parte da própria energia.

De acordo com os representantes da Usina, em cada colégio foram utilizadas 55 painéis solares fotovoltaicos, totalizando um investimento de R$ 106 mil por instituição.

A finalização do projeto está prevista para o início do mês de novembro. Segundo Ricardo Bastos, representante da Verde Vale Energia, o novo investimento trará uma economia média de R$ 24 mil por ano para o município. “O novo sistema de energia oferecerá em média 32.957kWh/ano, o que corresponde cerca de R$ 12 mil por ano, em cada escola. Além de gerar energia sustentável estamos trazendo economia”, diz Bastos.

Após a grande expansão da energia eólica, os empreendimentos de energia solar também vem ganhando relevância na economia da região de Guanambi.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui