Reprodução / Prefeitura de Guanambi

O Aeroporto Municipal Isaac Moura Rocha, em Guanambi, passou por inspeção pela comissão de técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), para a certificação operacional para voos da aviação comercial, na última semana.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Guanambi, os técnicos chegaram à cidade dia 20 de novembro e seguiram com as inspeções até o dia 21. O relatório será emitido em um prazo de 20 dias.

Segundo manual publicado pela ANAC, a inspeção de certificação tem por objetivo avaliar as características físicas e operacionais do aeródromo, a infraestrutura e os recursos humanos e materiais do Serviço de Salvamento e Combate a Incêndio (SESCINC), e se as regras e procedimentos adotados correspondem àqueles constantes no Manual de Operações do Aeródromo (MOPS).

Em setembro deste ano, a Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), anunciou a conclusão nas obras de reforço da pista do aeroporto. A estrutura permitirá voos comerciais em aeronaves de aviação comercial no equipamento aeroviário do município.

Em reunião com o executivo municipal, os técnicos falaram sobre a verificação dos requisitos exigidos pela legislação vigente. Na reunião também estiveram presentes, representantes da empresa Infracea, que venceu a licitação aberta em julho deste ano. Com contrato anual de R$ 636.000,00, a empresa é a responsável por administrar o espaço.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

O investimento foi de cerca de R$ 7 milhões no novo asfalto da pista e do pátio de manobras, além da recuperação do balizamento noturno. Antes disso, o aeroporto ganhou um novo saguão, instalação de combate a incêndios aeroportuários, entre outras melhorias.

Voos

A Azul Linhas Áreas firmou compromisso com o Governo do Estado para operar regularmente com voos a partir de Guanambi. A intenção da empresa, a princípio, é fazer a ligação aérea entre Guanambi e Belo Horizonte. A frequência dos voos será definida de acordo com a demanda por passagens.

Outra empresa, a Passaredo, também teria demonstrado interesse em operar voos a partir do aeroporto de Guanambi. Destinos como Salvador e Brasília podem ser implantados com o início das operações comerciais.

Veja também: quanto devem custar as passagens no aeroporto de Guanambi

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui