Reprodução / Victor Boa Sorte

A equipe do Vênus e Palmeirinhas buscam um título inédito neste sábado (30), no estádio 2 de julho às 16h. Trata-se da final do Campeonato Guanambiense sub 17, que está em sua segunda edição.

Antes da bola rolar, na grande decisão, será realizado um amistoso entre as seleções de Guanambi e Carinhanha – categoria sub 20, às 15h.

A equipe campeã da primeira edição do sub 17, realizada em 2017, foi a Portuguesa de Mandacaru, ao vencer o Bahia de Santo Antônio, por 4 a 2 na final. Nessa edição, a Portuguesa conseguiu a mesma pontuação do semifinalista Juventude de Ceraíma (quatro pontos), mas perdeu nos critérios de desempate (saldo de gols) e não terá a oportunidade de repetir o feito.

Veja a trajetória dos finalistas

Os dois times finalistas já se enfrentaram na segunda partida da primeira fase em outubro deste ano. À época, a equipe do Palmeirinhas levou a melhor, vencendo o Vênus por 1 a 0. Palmeirinhas ainda venceu a Portuguesa por 3 a 0 e empatou com Juventude de Ceraíma em 2 a 2 na primeira fase. Na semifinal, venceu Monte Azul por 2 a 0.

Apesar de ter perdido a primeira partida, a equipe do Vênus se recuperou e venceu Monte Azul pelo placar de 1 a 0, na segunda partida, e o Flamengo por 4 a 0. Na semifinal, conquistou a classificação ao vencer a equipe do Juventude por 2 a 0.

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Início do campeonato

O Campeonato Guanambiense sub 17, edição 2019, iniciou no dia 19 de outubro, com seis equipes – Portuguesa, Monte Azul, Palmeirinhas, Vênus, Juventude e Flamengo. Na primeira fase todos se enfrentaram, e os quatro melhores se classificaram para as semifinais.

Logo na estreia ocorreu um fato inusitado – no jogo da Portuguesa, o adversário Monte Azul entrou com 12 jogadores em campo, quando o permitido é apenas 11. O árbitro só percebeu a irregularidade aos 10 minutos do segundo tempo.

A partida teve seu resultado anulado pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Liga Desportiva Guanambiense, após o julgamento do recurso impetrado pela Associação Atlética Portuguesa de Mandacaru.

Por unanimidade na votação de 3×0, os integrantes do tribunal do júri decidiram pela anulação da partida e remarcação de uma nova partida. Na partida irregular, Monte Azul havia vencido por 4 a 3 e na partida remarcada as equipes empataram em 2 a 2.

Estatísticas

O artilheiro da competição até o momento é Jefferson Mota, da equipe Monte Azul, com 4 gols e o goleiro menos vazado, até a partida da final, é Marlon Mota do Vênus, com apenas um gol sofrido.

Até a semifinal, foram marcados 32 gols em 11 partidas, média de 2,9 gols por jogo.

O Campeonato está sendo organizado pela Liga Desportiva Guanambiense, com o apoio da prefeitura Municipal de Guanambi, por meio da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui