No próximo dia 16, o ex-ministro José Dirceu estará em Guanambi para divulgar o seu livro, “Zé Dirceu – Memorias – Volume I”.

Inicialmente, o evento foi marcado para acontecer às 19h, no auditório da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), no entanto, a organização avalia mudar o local.

O petista fará ainda uma palestra e concederá autógrafos nos livros.

A obra autobiográfica foi lançada em 2018 e segundo o autor conta sua história de atuação política desde a década de 60. O primeiro volume, escrito durante o período em que ficou preso, fala de sua trajetória até o período em que estourou o escândalo conhecido como Mensalão, ocorrido durante o primeiro mandato do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Pela primeira vez ele revela segredos dos bastidores da luta política dentro do PT e do próprio governo, onde foi chefe da Casa Civil e provável sucessor de Lula, até ser abatido pelas denúncias do chamado “Mensalão”

Trecho da descrição do livro em sites de vendas

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e seja um assinante - Saiba como!

 

Zé Dirceu teve vida política intensa no período do Regime Militar Brasileiro. Ele foi preso e exilado neste período e chegou até a fazer uma cirurgia plástica para mudar a aparência de seu rosto para não ser reconhecido.

Na história recente, foi deputado estadual e federal por São Paulo, e ministro-chefe da Casa Civil do Brasil nos governos Lula e Dilma Rousseff.

Exercendo cargos públicos, Dirceu foi acusado de tráfico de influência, enriquecimento ilícito e diversos crimes praticados nos Governos Lula e Dilma no período de 2003 a 2016, tendo sido condenado pelos crimes relativos ao chamado escândalo do mensalão que o levaram à prisão pela primeira durante o período democrático

Ele também foi condenado por crimes cometidos durante as diversas fases da Operação Lava-Jato, com penas que somadas passam dos 31 anos de prisão. Neste período, Dirceu chegou a ser preso por ordem do ex-juiz Sérgio Moro.

O político foi preso pela quarta vez em 17 de Maio de 2019 para cumprir pena na sua segunda condenação. Ele deixou a prisão no dia 8 de novembro após decisão do Supremo Tribunal Federal sobre cumprimento de prisão após condenação em segunda instância.

Zé Dirceu – Memórias – Volume I

Muitos escreveram sobre José Dirceu, com mais erros do que acertos. Com tempo, na prisão, ele mesmo escreveu a fascinante história de sua vida. Os bastidores inéditos de sua militância estudantil nos anos 1960, o exílio e o treinamento para ser guerrilheiro em Cuba, a cirurgia plástica que mudou seu rosto, a vida clandestina no Brasil nos anos 1970, a volta à legalidade com a anistia, em 1979, e sua ascensão no Partido dos Trabalhadores, onde se tornou presidente e maior responsável pela eleição de Lula à presidência da República.

Pela primeira vez ele revela segredos dos bastidores da luta política dentro do PT e do próprio governo, onde foi chefe da Casa Civil e provável sucessor de Lula, até ser abatido pelas denúncias do chamado “Mensalão”. No primeiro volume de suas “Memórias” – outro virá, com novas revelações – ele expõe o que jamais foi dito sobre sua vida e sobre os principais líderes da política brasileira nos últimos 50 anos.

Um livro imprescindível para se entender como foi a luta contra a ditadura miliar, a redemocratização, a derrubada do presidente Fernando Collor, a oposição aos governos de Fernando Henrique Cardoso, a eleição de Lula e Dilma e o atual momento político do país. (trecho disponível nos sites de venda)

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui