Foto: Blog do Latinha

A abertura da 24ª Jornada Pedagógica de Guanambi foi realizada nesta segunda-feira (3). A programação se desenvolveu no Clube de Campo de Guanambi, com a participação de professores, diretores, coordenadores pedagógicos e funcionários da rede municipal de ensino.

Além disso, alguns representantes políticos estiveram presentes, a exemplo do prefeito Jairo Magalhães.

Segundo o Blog do Latinha, os professores municipais, através do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guanambi e Região – SISPUMUR, levantaram duas faixas de protesto durante a fala do Prefeito no evento.

Nas faixas continham reivindicações em relação a aplicação do reajuste de 12,84%, referente a Lei 11.738 do piso do magistério, em 2020. Com o reajuste, os salários devem ser praticados no valor mínimo de R$ 2.886,24.

Em uma das faixas, os descritos explicitavam os reajustes efetuados no Brasil desde 2018 e de acordo com o cartaz, nenhum desses percentuais foram obedecidos no município:

Foto: Blog do Latinha

O sindicato defende que o piso do magistério é um instrumento de valorização da carreira profissional e precisa ser respeitado pelos gestores públicos.

Em 2018, os professores também protestaram a favor do reajuste de 6,81%, baseando-se no aumento do Piso Nacional dos Professores. À época chegaram a realizar uma greve que durou mais de duas semanas e deixou cerca de 11 mil alunos de 35 escolas sem aula.

Também a época, Jairo Magalhães afirmou que não havia possibilidade de reajuste para os professores, pois os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) eram insuficientes para atender o pleito dos professores.

Jairo disse ainda que podia tentar viabilizar um reajuste para os demais servidores da prefeitura. Ele afirmou que 70% dos professores ganhavam acima de R$ 6 mil, enquanto quase 70% dos servidores fora do magistério ganhavam abaixo de R$ 1.500,00.

Em 2019, o prefeito sancionou a lei Nº 1.227 de 26 de abril de 2019 que autorizou o poder executivo municipal a conceder reajuste salarial de 4,17% aos professores do quadro especial da rede pública municipal de ensino em Guanambi.

Segundo informações da categoria, somente sete professores foram contemplados com esse reajuste. Professores que não possuíam curso superior e que estavam no quadro especial. A decisão deixou a categoria insatisfeita.

Jornada Pedagógica

Essa edição da jornada pedagógica tem como tema “Currículo em Movimento: Ensino, Gestão, Formação e Aprendizagem”.

O evento continuou nesta quarta-feira (4), nas unidades escolares do município.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui