Reprodução

Em Guanambi será implantado o Núcleo de Atendimento Educacional Especializado nos próximos meses. Para alinhar a nova estrutura do órgão, na manhã dessa segunda-feira (02), o prefeito Jairo Magalhães e a Secretária Municipal de Educação de Guanambi, Maristela Cavalcante, realizaram uma reunião.

A perspectiva é que o Núcleo de Atendimento Educacional Especializado de Guanambi seja composto por equipe interdisciplinar que irá atuar no diagnóstico e no trabalho de reabilitação cognitiva dos educandos do município com transtornos de Aprendizagem e na Identificação de AH/SD-Altas Habilidades/Superdotação. O local para instalação será o Colégio Gercino coelho.

É previsto que também ofereça suporte para os professores da rede municipal de ensino que atuam com essas crianças diretamente em sala de aula. Segundo a secretária, esse trabalho tem como objetivo oportunizar a crianças e adolescentes autonomia para vencer as suas dificuldades e potencializar os talentos das crianças com AH SD- Altas Habilidades/Superdotação.

Para 2020, o município também tem a previsão de conquistar um espaço mais amplo do Centro de Referência da Educação Inclusiva (Creio), o qual será instalado no Colégio Monteiro Lobato, local que foi desativado o colégio em 2018. Em outubro do ano passado, a Secretaria de Educação do Estado cedeu o imóvel para a Prefeitura de Guanambi.

Mesmo com essas avanços, Guanambi vem perdendo o Colégio Estadual Idalice Nunes aos poucos, o Colégio era referência em educação inclusiva. O Colégio Idalice Nunes está sendo desativado desde 2018 com a redução de oferta de turma, a perceptiva é que em 2021 ele deixe de existir.

O fechamento de colégios vem acontecendo gradualmente em vários estados do país. A justificativa dos governos é a diminuição da demanda por matrículas, o que torna inviável o funcionamento da escola abaixo da capacidade. Como também a  municipalização atende disposições da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB nº 9.394/96), que estende aos municípios a responsabilidade pela gestão do Ensino Fundamental e aos estados a responsabilidade pela gestão do Ensino Médio.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui