Reprodução

Na tarde deste sábado (07), por volta das 16h30, três assaltantes encapuzados tentaram assaltar uma residência em Guanambi. No entanto, os suspeitos só conseguiram roubar um celular e ainda tiveram que abandonar o carro em que iam fugir, pois a chave do veículo foi furtada por um pedestre que percebeu o movimento do assalto.

A residência fica localizada no bairro Bela Vista. Os moradores, um casal de idosos, foram surpreendidos quando entravam na garagem. Segundo imagens de uma das câmeras de segurança, os assaltantes entraram logo em seguida na garagem  e surpreenderam as vítimas apontando uma arma.

Nas imagens de segurança é possível ver que – um assaltante sai armado do carro e vai em direção ao veículo das vítimas. Em seguida, o motorista dos suspeitos sai e anda em direção à caminhonete das vítimas. O terceiro assaltante sai do banco traseiro do carro e também vai em direção ao motorista.

Instantes depois, o motorista do carro em que estavam os assaltantes percebeu que o portão eletrônico estava enganchando o veículo. Ele então entra no carro junto com outro parceiro e dá ré, deixando-o na rua com a chave na ignição e voltando para concluir o assalto.

Nesse momento, um pedestre que passava pela rua percebeu a movimentação suspeita, colocou o portão que havia saído do trilho e furtou a chave do veículo dos assaltantes. Em seguida ele acionou o alarme e correu.

Ao ouvirem o som do alarme, os assaltantes voltaram e perceberam o portão fechado. Eles ordenaram que os proprietários abrissem o portão e entraram no carro para sair em fuga, quando perceberam que a chave não estava mais na ignição. Enquanto eles entravam no carro, o portão da residência foi novamente fechado.

Perdidos com a situação inusitada, ele fugiram a pé e deixaram o veículo para trás. Segundo testemunhas, eles correram em direção ao Cemitério Municipal e não foram mais encontrados.

Segundo apurou a Agência Sertão, apenas um celular foi levado da casa das vítimas. A reportagem apurou também que o veículo é um Jeep Renegade, de cor branca, com placas de São Paulo, e sem restrição de roubo.

O caso foi registrado na Delegacia Territorial de Guanambi. A Polícia Civil disse que as investigações ocorrem em sigilo.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui