Reprodução

O Ministério da Saúde resolveu antecipar o início da 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza como estratégia para diminuir os casos de pessoas doentes no inverno.

A antecipação da campanha de vacinação foi possível por um esforço conjunto do Ministério da Saúde, do Instituto Butantan, produtor da vacina, e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) devido à atual situação de Emergência Internacional de Saúde Pública pelo coronavírus.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mesmo que a vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para o coronavírus. Para a campanha, o Instituto Butantan produziu 75 milhões de doses que previne contra os três tipos de vírus de influenza que mais circularam no ano anterior.

Em Guanambi, a Secretaria Municipal de Saúde de Guanambi,  por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Atenção Básica Está mobiliada para a campanha que vai até o de 22 de maio, sendo 9 de maio, o dia “D” de mobilização nacional.

Conforme estratégia do Ministério da Saúde a vacinação acontecerá em três etapas:

1ª etapa: 23 de março – Idosos e profissionais de saúde.

2ª etapa: 16 de abril – Professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos.

3ª etapa: 09 de maio – Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, pessoas com 55 anos ou mais, população indígena e pessoas com deficiência.

Segundo a secretaria de Saúde, a meta do município de Guanambi é de vacinar 26.835 pessoas. As vacinas serão distribuídas conforme repasse do Ministério da Saúde e estarão disponíveis em todas as 21 salas de vacinas do município.

Para quaisquer dúvidas e mais informações, os interessados devem entrar em contato com o Departamento de Vigilância Epidemiológica pelos telefones: (77) 3452-0180 ou 99976-2054.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui