Chuva Guanambi
Foto: Tiago Marques / Agência Sertão

As previsões dos modelos meteorológicos continuam apontando para a possibilidade de voltar a chover em quase todo o país nos próximos dez dias. A exceção fica apenas para o Rio Grande do Sul e parte do Estado de Santa Catarina, onde a chuva só deve chegar no início de abril.

Em Guanambi (BA), a previsão é de que o tempo mude a partir desta sexta-feira (20), com intensificação das chuvas por volta da próxima terça-feira (24). O mesmo vale para os municípios da Região. Segundo a meteorologia, a chuva deve ocorrer em forma de pancadas e temporais, podendo o acumulado variar de 40 a 100 mm no período.

Previsão até 28 de março – windy.com

Neste período, as temperaturas deverão ficar mais amenas na cidade, não devendo passar dos 30ºC, uma alento em tempos de distanciamento social para conter a disseminação novo Coronavírus. Por outro lado, as previsões apontam para queda da umidade do ar e da temperatura no final de abril, o que pode favorecer o surgimento de problemas respiratórios nas pessoas.

As previsões apontam que deve chover em todas as regiões da Bahia, sendo que os maiores volumes estão previstos para o Oeste-Baiano e parte norte do Vale São-franciscano. Em Barreiras, o acumulado no período pode passar dos 150 mm, volume semelhante ao previsto para toda a Matopiba e Vale do São Francisco pernambucano.

As chuvas mais expressivas estão previstas para as regiões Centro-Oeste e Norte. No entanto, deve chover significativamente em toda a região Nordeste, além de boa parte da região Sudeste.

Em Minas Gerais, os maiores volumes são esperados áreas das regiões Noroeste e Zona da Mata do Estado.

Os modelos meteorológicos apontam que ainda deve voltar a chover na primeira quinzena de abril nas regiões cujo período chuvoso se aproxima do fim.

Chuvas em Guanambi

De outubro até agora, o acumulado do período chuvoso na cidade chega a 650 mm. Em algumas regiões, o acumulado da temporada chega próximo a 1000 mm, como é o caso de algumas comunidades da zona rural do município de Pindaí. Em localidades da região do distrito de Morrinhos (Guanambi), moradores relatam acumulados acima de 850 mm.

A barragem de Ceraíma armazena atualmente cerca de 89% de sua capacidade, enquanto a barragem do Poço do Magro armazena 47%.

Rio São Francisco

O rio São Francisco recebeu duas cheias em 2020. A primeira foi no fim de janeiro, após chuvas históricas na região Centra de Minas. Já a segunda cheia ocorreu no início de março, com a abertura das comportas da Usina Hidroelétrica de Três Marias por 16 dias.

O volume do reservatório da usina chegou a 97,66% nesta quarta-feira (18). Já o reservatório da Hidroelétrica de Sobradinho chegou a 60,99% de sua capacidade. O volume deve aumentar mais nos próximos dias, pois as águas vertidas de Três Marias ainda atravessam a Bahia.

Desde 2012, o rio São Francisco não recebia tanta água.

Responder

Por favor, escreva seu comentário
Digite seu nome aqui